Em nota, Prefeitura de Guamaré lamenta uso político do episódio e destaca trabalho para superar dificuldades

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Guamaré enviou ao Blog do Dina nota em que repercute o registro sobre cidadãos pegarem ficha de atendimento para falar com o prefeito.

A gestão afirma que as cenas não refletem “o tratamento da gestão municipal com os cidadãos guamreenses” e que “lamenta a politização partidária da situação por parte daqueles que não reconhecem a exemplar saúde, a assistência social e as demais políticas públicas entregues pela prefeitura à população”.

A nota lembra ainda que o prefeito está atendendo 300 pessoas por semana ao mesmo tempo em que concilia sua agenda institucional e destaca ainda que a cidade sofre com o desaceleramento dos investimentos da Petrobras.

Confira:

Nota de Esclarecimento

A Prefeitura de Guamaré esclarece que as imagens retratadas em um vídeo que circulou nesta quinta-feira, 23, nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp não reflete o tratamento da gestão municipal com os cidadãos guamareenses.

A frente do governo municipal há pouco mais de 150 dias, o prefeito Adriano Diógenes lamenta a politização partidária da situação por parte daqueles que não reconhecem a exemplar saúde, a assistência social e as demais políticas públicas entregues pela prefeitura à população.

O prefeito Adriano Diógenes também esclarece que está presente no município, atendendo em média 300 pessoas por semana em conciliação com a sua agenda institucional, no entanto, vale ressaltar que Guamaré não está fora do mapa da crise econômica que castiga o país, trazendo consigo sérias consequências, a exemplo do desemprego. Em especial, na região em que Guamaré está localizada, essa crise se agravou ainda mais com a desaceleração nos investimentos na Petrobras.

Com o desemprego, é crescente a cada semana, o número de famílias que batem a porta da prefeitura para entregar currículos em busca de vagas em postos de trabalho no município. Atenta a este cenário desolador, a Prefeitura de Guamaré já qualificou somente nos últimos 60 dias mais de 200 jovens e trabalhadores e até o final de setembro, serão 400 pessoas qualificadas em 22 cursos nas áreas da indústria, comércio e serviços.

Cabe também esclarecer que nestas filas em busca de atendimento, não estão apenas pessoas de Guamaré, mas também cidadãos que residem nos municípios vizinhos, como Macau, Jandaíra, Galinhos, Pedro Avelino e Afonso Bezerra, dentre outras cidades, atraídas pela melhor saúde pública do Rio Grande do Norte, atestada por órgãos como o Conselho Federal de Medicina e a Fundação Fio Cruz e pelos programas de assistência social, inclusive de habitação e transferência de renda para a segurança alimentar, mantidos pela atual gestão.

A Prefeitura de Guamaré também lamenta a desinformação levada à imprensa e as redes sociais, acerca do orçamento de R$ 4,4 milhões atribuídos a Secretaria de Turismo, induzindo o cidadão ao erro, quando na verdade existe tão somente uma previsão orçamentária. Como já é de conhecimento de todos, o município de Guamaré sofrerá uma queda de receitas perto de R$ 40 milhões neste ano de 2019, e em razão disso há uma determinação do chefe do Executivo Municipal para contingenciamento nos gastos em todas as pastas.

O governo municipal não abrirá mão das medidas de transparência, austeridade e economicidade já em curso, nestes pouco mais de 150 dias de nova gestão. Por fim, reafirmamos o compromisso do prefeito Adriano Diógenes com o crescimento econômico de Guamaré e a consequente melhoria dos seus indicadores sociais.

[VÍDEO] Na cidade mais rica do RN, as pessoas estão dormindo em fila para pedir favores ao prefeito

O prefeito de Guamaré, Adriano Diógenes (MDB) está enfrentando uma crise de gestão em razão das imagens que viralizam registrando cenas de cidadãos que madrugam na calçada dormindo para terem o direito a um acesso para falar com ele.

Adriano foi eleito em dezembro do ano passado em eleição suplementar após a cassação do prefeito anterior Hélio Miranda.

É mais um dos episódios que expõe as profundas contradições sobre quais se erguem Guamaré.

A cidade é o 33º terceiro PIB per capta do Brasil e a primeira do Rio Grande do norte. Estatisticamente, tudo que Guamaré produz por mês renderia para cada um de seus 15.249 habitantes o valor de R$ 125.315,16.

Apesar disso, o básico, como saneamento, só existe para 37% da população. No ranking de educação, Guamaré ocupa a posição 126 entre os 167 municípios do RN.

Com tanta riqueza sem chegar à população, as pessoas foram dormir para pedir favores ao prefeito.

Em nota encaminhada ao Blog do Dina, a prefeitura lamentou o uso político do episódio.

Em meio à crise, fundação da UFRN financiada com dinheiro público banca posse do reitor no Teatro Riachuelo por R$ 27 mil

A posse do novo reitor da UFRN, Daniel Melo, será custeada pela Fundação Norte-riograndense de Pesquisa e Cultura (Funpec) por R$ 26.980,00.

O valor consta em extrato entre a Fundação e o Teatro Riachuelo localizado pelo Blog do Dina no acervo de documentos contábeis da Fundação.

A posse de Daniel Melo está marcada para 3 de junho no Teatro Riachuelo. O evento acontece no momento em que a UFRN reclama de cortes no orçamento e enfrenta uma batalha para reverter os bloqueios do Ministério da Educação.

Nesta quinta-feira (23), a universidade emitiu nota à imprensa negando haver dinheiro público na solenidade. Até a publicação desta reportagem, ninguém na Funpec havia atendido às ligações da reportagem.

Dinheiro

A contabilidade da Funpec é constituída por doações e convênios, especialmente com o poder público. Só do governo federal, em 2018, a fundação recebeu R$ 27.476.991,07, conforme se verifica neste link do Portal da Transparência do governo federal 

O último relatório contábil da Funpec, de 2017, informa que a fundação teve receita operacional bruta de R$ 123.906.00,00.

Além de convênios, ela recebe doações, taxas e mensalidades, que foram R$ 5.770.000,00 em 2017, ou 4% do valor total arrecadado.

As receitas obtidas para pesquisa são vinculadas, de modo que despesas como a do Teatro Riachuelo não podem ter saído dessa rubrica.

De acordo com o estatuto da Fundação, todos os seus recursos têm uma finalidade, descrita no art. 8º, ao determinar que “O patrimônio e os recursos da FUNPEC só poderão ser utilizados na realização de seus objetivos”.

Os objetivos, descritos no art. 5º, são para promoção da pesquisa, desenvolvimento científico e econômico.

Por receber dinheiro público, a Funpec fica sujeita a órgãos de controle e deve atender também às exigências legais que regem a administração pública.

Confira o que disse a UFRN:

A cerimônia de transmissão oficial do cargo de reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), momento no qual a atual reitora Ângela Maria Paiva Cruz passa a administração da instituição para o reitor eleito para o quadriênio 2019-2023, José Daniel Diniz Melo, será realizada no dia 03 de junho, às 19h, em solenidade no Teatro Riachuelo. A posse é uma Assembleia Universitária oficial.

“A solenidade não envolverá recursos públicos da UFRN, pois a contratação do espaço para o evento foi com recursos próprios da FUNPEC, instituição de direito privado que tem apoiado a universidade em diversos eventos acadêmicos, parceria esta amparada inclusive em resolução do Conselho Deliberativo da FUNPEC”, colocou a pró-reitora adjunta de Administração, Maria do Carmo Araújo de Medeiros Fernandes de Oliveira. Tradicionalmente realizado fora da instituição devido à grande quantidade de pessoas que comparecem, bem como à indisponibilidade de auditórios e anfiteatros na instituição adequados para eventos deste porte, a opção pelo Teatro Riachuelo aconteceu em virtude de ser a menos onerosa dentre as opções disponíveis, já que conta com toda a infraestrutura necessária, sendo esta a única despesa custeada para o evento.

“Como a posse do Reitor da UFRN é uma solenidade que conta com a presença não só de pessoas da comunidade universitária, mas também de toda a sociedade potiguar, temos a expectativa de um grande número de pessoas”, complementou Maria do Carmo. A solenidade de transmissão do cargo é precedida da assinatura do termo de posse do novo gestor, em cerimônia no MEC. Neste caso, o ato acontece na próxima terça-feira, 28, na sede do Ministério da Educação, em Brasília, a partir das 11h.

Posse do reitor da UFRN no Teatro Riachuelo é custeada com dinheiro privado, explica universidade

A UFRN emitiu há pouco nota para explicar que não há recursos públicos envolvidos na contratação do Teatro Richuelo para a posse do novo reitor, Daniel Melo.

A contratação do espaço para o evento foi com recursos próprios da FUNPEC, instituição de direito privado que tem apoiado a universidade em diversos eventos acadêmicos, parceria esta amparada inclusive em resolução do Conselho Deliberativo da FUNPEC.

Seria esquizofrênico diante da crise ter um gasto no aluguel de um teatro para solenidade de posse.

VOCE VIU?

Varrição e lavagem: Ministro da Educação sugere que alunos da UFRN, IFRN e Ufersa assumam atividades de funcionários terceirizados

TESTE: Que terceirizado da UFRN é você na sugestão do ministro da Educação?

 

Erramos: não procede número de suicídios divulgado sobre a Ponte Newton Navarro

Ao contrário do que divulguei neste espaço, não procede que 413 pessoas cometeram suicídio na Ponte Newton Navarro neste ano.

Como o número foi confirmado por mais de uma fonte no momento da produção, o procedimento de divulgação foi, conforme julguei, correto. Mas eu estava errado.

Para a produção da matéria em que utilizei a estatística, a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed) informou que não divulgaria os números, alegando se tratar de estatística sensível. Nesse meio tempo, outras publicações apontavam para estatísticas diversas.

Diante das contradições do caso, no sábado (18), solicitei à Sesed, via Lei de Acesso à Informação, que os números sobre o Rio Grande do Norte e especificamente sobre a Ponte Newton Navarro fossem disponibilizados porque eles não estão acobertados por nenhum tipo de sigilo. Ainda não houve retorno.

Mas, nessa quarta-feira (22), os números foram divulgados pelo portal G1, em recorte exclusivamente sobre Natal. A matéria diz que são números oficiais de órgãos ligados à Sesed e aponta para 19 suicídios neste ano na capital, não só na ponte.

A informação cuja verdade agora reponho também consta em matéria que produzi para o site da revista Época.

Ainda aguardo os números oficiais para acionar o site da publicação e retificar a informação.

Como não tenho compromisso com o erro e perdão foi feito para pedir, peço desculpas aos leitores pelo lamentável erro de apuração.

Agradeço a quem confia na seriedade do trabalho desenvolvido neste espaço, como também às críticas – às construtivas e às maledicentes, pois dão-me norte do que não quero ser.

Dinarte Assunção – Editor do Blog do Dina

Folha destaca Festa de Santa Rita de Cássia e estátua gigante que atrai fiéis

O blog ‘Brasil, histórias e personagens pelo país afora’, da Folha de S.Paulo, traz nesta terça-feira (22) destaque para a cidade de Santa Cruz.

O texto é da competente Cledivânia Pereira.

“A Santa Rita gigante foi erguida com objetivo muito mais terreno que divino: alavancar o turismo religioso da pequena cidade de Santa Cruz, distante 111 quilômetros de Natal e que tem pouco mais de 39 mil habitantes”, diz a jornalista já na abertura.

Confira a íntegra:

https://brasil.blogfolha.uol.com.br/2019/05/22/estatua-gigante-de-santa-rita-atrai-fieis-no-interior-do-rio-grande-do-norte/

 

Mais um para lista de mentirosos: Wilson Witzel não tem doutorado em Harvard

Do Antagonista

Ao contrário do que fez constar no currículo Lattes, Wilson Witzel não fez parte de seu doutorado na Universidade Federal Fluminense em Harvard.

A UFF informou ao Globo que o governador nunca manifestou interesse em participar da seleção para o programa.

Witzel confirmou que não estudou em Harvard e que a informação estava na plataforma Lattes porque ele tinha a intenção de estudar na universidade americana quando era juiz federal.

Do blog: é moda. Na semana passada, foi a professora Joana D’Arc Félix de Sousa, aclamada pela esquerda. Como se vê, a mentira não escolhe lado.

Cresce número de servidores públicos que atuam no RN; comissionados lideram

O Rio Grande do Norte tem 850 mil pessoas empregadas, conforme a PNAD Contínua divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira (22).

Eles estão subdivididos em setor privado (544 mil), trabalhador doméstico (81 mil) e setor público (225 mil).

Os servidores públicos foram os únicos que variaram positivamente. Eram 218 mil no primeiro trimestre do ano passado, e agora são 225 mil.

Os números consideram os servidores de todos os níveis (municipal, estadual e federal)

Os servidores celetistas (com carteira assinada) caíram de 14 mil para 10 mil entre 2018 e 2019. Os estatutários se mantiveram em 154 mil.

Já os comissionados cresceram de 51 mil para 61 mil.

Crianças são expostas em shopping para ‘desfile’ de adoção em evento da OAB

Um evento chamado “Adoção na Passarela” recebeu diversas críticas nas redes sociais, isso porque, a Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (AMPARA), em parceria com a Comissão de Infância e Juventude (CIJ) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), realizou na terça-feira (21) um desfile com crianças e adolescentes de 4 a 17 anos que estão aptas para adoção.

De acordo com a associação, o objetivo do evento é dar visibilidade a crianças e adolescentes que estão aptas para adoção.

O caso aconteceu em shopping de Cuiabá.

“Será uma noite para os pretendentes – pessoas que estão aptas a adotar – poderem conhecer as crianças, a população em geral poderá ter mais informações sobre adoção e as crianças em si terão um dia diferenciado em que elas irão se produzir, cabelo, roupa e maquiagem para o desfile.

A notícia viralizou nas redes sociais, sendo compartilhada junto de diversas críticas.

“Sou adotado, mas tive a sorte de ser adotado aos cinco dias de vida. Fico imaginando se tivesse que passar por isso. Desfilar que nem uma mercadoria pra ver se agrado e encontro uma família pra mim. O Brasil definitivamente não é para amadores. Eu já perdi literalmente qualquer esperança daqui”, escreveu um internauta.

51 mil pessoas começaram a trabalhar por conta própria no último ano no RN; taxa de desocupação cai, mas ainda é alta

 

A taxa de desocupação no Rio Grande do Norte recuou de 14,9% no primeiro trimestre de 2018 para 13,8% no mesmo período deste ano.

A média é 12º do país. No Brasil, o índice é de 12,7%

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua.

O recorte divulgado nesta quarta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) considera os dados em análises trimestrais.

Os números mostram uma tendência de migração. O setor privado no primeiro trimestre do ano passado tinha 550 mil empregados no RN. Agora eles são 544 mil

Por outro lado, o número de pessoas que estão trabalhando por conta própria passou de 321 mil para 372 mil.