fbpx


Após apreensão recorde de mais de 3 toneladas de cocaína, ministro sugere privatizar Porto de Natal

11 de março de 2019

Após a apreensão recorde de 3,2 toneladas de cocaína no porto de Natal, o ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), defendeu que o equipamento seja privatizado.

A ideia foi transmitida ao senador Styvenson Valentim durante audiência do parlamentar com Freitas, a quem o potiguar se dirigiu pedindo mais segurança no equipamento de navegação.

Atualmente, o porto é coordenado pela Companhia de Docas do Rio Grande do Norte.

Comentários %


Uma resposta para “Após apreensão recorde de mais de 3 toneladas de cocaína, ministro sugere privatizar Porto de Natal”

  1. […] período, a maior apreensão foi registrada em 13 de fevereiro de 2019, quando 2.079 quilos da droga foram encontrado em um contêiner. No dia anterior, uma carga de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code