O que você precisa saber: 12 tópicos que resumem as 77 páginas da Operação Balcão com tudo que aconteceu

Uma atuação conjunta do Ministério Público Federal (MPF), da Polícia Federal e da Receita Federal resultou na deflagração, na manhã desta quarta-feira (8), da Operação Balcão, com a execução de sete mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal em Natal (RN).

Os personagens

Os advogados Verlano Medeiros, Carlos Virgílio Fernandes e Erick Pereira.

O ponto de partida

Em 2014, na cidade de Francisco Dantas, Uma chapa para eleição suplementar, apoiada pelo então prefeito cassado, Gilson Dias Gonçalves, teve seu registro indeferido judicialmente e as partes recorreram ao TRE/RN.

1) O processo foi distribuído a Carlo Virgílio Fernandes de Paiva, que concedeu liminar para suspender a diplomação da outra chapa;

2) Liminar precisa ir a plenário. Um dia antes de ir a plenário, NOME o irmão do candidato a vide-prefeito gravou e espalhou vídeo contando que o pai emprestou R$ 200 mil para comprar a sentença do caso no TRE;

3) Quebras de sigilos de quatro investigados resultaram na soma de R$ 211 mil, corroborando a versão do vídeo;

4) Na caixa de e-mail de Carlo Virgílio foi encontrada minuta de voto que atendia aos interesses da chapa apoiada pelo prefeito cassado.

5) Dez dias depois de sua liminar, Carlo Virgílio compra Amarok à vista por R$ 123 mil, incompatível com sua renda declarada;

6) Somado a isso, registros de ligações telefônicas indicaram a possível intermediação do então juiz do TRE/RN, Verlano Medeiros, nos fatos investigados;

7) Gilson Dias declarou que em reuniões realizadas no escritório do advogado Erick Pereira, este teria indicado que – para além dos honorários advocatícios licitamente contratados – o caso poderia ser resolvido no TRE mediante o pagamento de R$ 150 mil;

8) Triangulação de geolocalização de antenas de telefone indicou que os encontros no tal escritório aconteceram;

9) Aí o Coaf apareceu, indicando que Verlano Medeiros, por sua vez, recebeu, em 2015, dois depósitos em espécie, o primeiro de R$ 190 mil e o segundo de R$ 149,9 mil. Constaram como depositantes a irmã de Verlano e um padre da cidade de Natal.

10) O MPF diz que o dinheiro é relativo a venda de sentenças no TRE, mas não diz quais sentenças de quais casos, já que os valores estão bem acima dos R$ 200 mil do começo deste texto;

11) Erick Pereira foi ainda implicado no caso por não declarar o recebimento de dinheiro, com valores em conta superior ao que foi declarado oficialmente a receita. Em 2014, a diferença, para mais foi de R$ 826 mil. Em 2015, de R$ 937 mil.

12) Nesta quarta, ao Blog do Dina, a procuradora Cibele Benevides disse que, se fosse oferecer denúncia neste momento, seria corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de capitais e crime contra a ordem tributária.

About author

dinarteassuncao

Comente: