Em nota, Prefeitura de Guamaré lamenta uso político do episódio e destaca trabalho para superar dificuldades

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Guamaré enviou ao Blog do Dina nota em que repercute o registro sobre cidadãos pegarem ficha de atendimento para falar com o prefeito.

A gestão afirma que as cenas não refletem “o tratamento da gestão municipal com os cidadãos guamreenses” e que “lamenta a politização partidária da situação por parte daqueles que não reconhecem a exemplar saúde, a assistência social e as demais políticas públicas entregues pela prefeitura à população”.

A nota lembra ainda que o prefeito está atendendo 300 pessoas por semana ao mesmo tempo em que concilia sua agenda institucional e destaca ainda que a cidade sofre com o desaceleramento dos investimentos da Petrobras.

Confira:

Nota de Esclarecimento

A Prefeitura de Guamaré esclarece que as imagens retratadas em um vídeo que circulou nesta quinta-feira, 23, nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp não reflete o tratamento da gestão municipal com os cidadãos guamareenses.

A frente do governo municipal há pouco mais de 150 dias, o prefeito Adriano Diógenes lamenta a politização partidária da situação por parte daqueles que não reconhecem a exemplar saúde, a assistência social e as demais políticas públicas entregues pela prefeitura à população.

O prefeito Adriano Diógenes também esclarece que está presente no município, atendendo em média 300 pessoas por semana em conciliação com a sua agenda institucional, no entanto, vale ressaltar que Guamaré não está fora do mapa da crise econômica que castiga o país, trazendo consigo sérias consequências, a exemplo do desemprego. Em especial, na região em que Guamaré está localizada, essa crise se agravou ainda mais com a desaceleração nos investimentos na Petrobras.

Com o desemprego, é crescente a cada semana, o número de famílias que batem a porta da prefeitura para entregar currículos em busca de vagas em postos de trabalho no município. Atenta a este cenário desolador, a Prefeitura de Guamaré já qualificou somente nos últimos 60 dias mais de 200 jovens e trabalhadores e até o final de setembro, serão 400 pessoas qualificadas em 22 cursos nas áreas da indústria, comércio e serviços.

Cabe também esclarecer que nestas filas em busca de atendimento, não estão apenas pessoas de Guamaré, mas também cidadãos que residem nos municípios vizinhos, como Macau, Jandaíra, Galinhos, Pedro Avelino e Afonso Bezerra, dentre outras cidades, atraídas pela melhor saúde pública do Rio Grande do Norte, atestada por órgãos como o Conselho Federal de Medicina e a Fundação Fio Cruz e pelos programas de assistência social, inclusive de habitação e transferência de renda para a segurança alimentar, mantidos pela atual gestão.

A Prefeitura de Guamaré também lamenta a desinformação levada à imprensa e as redes sociais, acerca do orçamento de R$ 4,4 milhões atribuídos a Secretaria de Turismo, induzindo o cidadão ao erro, quando na verdade existe tão somente uma previsão orçamentária. Como já é de conhecimento de todos, o município de Guamaré sofrerá uma queda de receitas perto de R$ 40 milhões neste ano de 2019, e em razão disso há uma determinação do chefe do Executivo Municipal para contingenciamento nos gastos em todas as pastas.

O governo municipal não abrirá mão das medidas de transparência, austeridade e economicidade já em curso, nestes pouco mais de 150 dias de nova gestão. Por fim, reafirmamos o compromisso do prefeito Adriano Diógenes com o crescimento econômico de Guamaré e a consequente melhoria dos seus indicadores sociais.

About author

dinarteassuncao

Comente: