IFRN tem o terceiro maior corte entre institutos, mas fica na elite do Enem

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte registrou o terceiro maior corte entre seus equivalentes.

Ele teve bloqueado pelo Ministério da Educação R$ 28.372.018,00, ficando atrás apenas do IFCE (R$ 34 milhões) e o IFMA (R$ 29,3 milhões).

O valor do IFRN foi cortado sobre um orçamento de R$ 94,5 milhões, o que corresponde a 30%.

Apesar disso, as unidades do IFRN estão na elite do ENEM, cujos resultados, por escola, incluindo públicas e privadas, foram divulgadas nesta semana.

Os campus de Mossoró, Natal e Parnamirim foram, respectivamente, o sexto, sétimo e oitavo lugares.

About author

dinarteassuncao

Comments(3)

  1. REPLY

    pitombas (@pitombas) says

    Caro Dinarte. O orçamento do IFRN para 2019 é de R$ 608.840.631, e o contingenciamento, sendo de R$ 28.372.018,00, fica em torno de 5%.
    O orçamento de 2014 era de R$ 325.274.204, ocasionando que os gastos de 2019 aumentaram 54%, e num contexto de crise isso parece exigir algum reparo. Logo, o contingenciamento não parece tão absurdo assim, e sim mais um equilíbrio e uma adaptação à realidade atual.
    Fonte: https://portal.ifrn.edu.br/arquivos/matriz-orcamentaria-conif-e-o-orcamento-do-ifrn-evolucao-projecao-e-impactos-financeiros/view

    • REPLY

      dinarteassuncao says

      Caro, o valor referido é apenas sobre a base discricionária, ou seja, o valor utilizado pela instituição para uso de despesas não vinculadas. O resto do orçamento está todo vinculado a despesas obrigatórias.

  2. REPLY

    pitombas (@pitombas) says

    No texto acima não consta essa informação acerca de o contingenciamento ser apenas sobre as despesas discricionárias (cuja melhor tradução é de “despesas desnecessárias”).

Comente: