fbpx


Suplente de vereador em Mossoró, ex-PM ameaça juiz e termina com tornozeleira eletrônica após operação

3 de setembro de 2019

O Ministério Público do RN divulgou que nesta terça-feira cumpriu mandado da Operação Moinho de Ventos em Mossoró contra o ex-PM Francisco Dantas Cardoso de Veras.

Ele passa a ser monitorado por tornozeleira eletrônica e deverá cumprir medidas cautelares.

Ele é acusado de ameaçar autoridades, em especial um juiz, por não ter julgado procedente sua ação de reintegração aos quadros da polícia.

O acusado teria criado um grupo no WhatsApp, no qual publica vídeos fazendo menção expressa de ameaças ao juiz.

Ao mesmo tempo, o ex-PM também estaria utilizando um endereço eletrônico onde publica textos e faz ameaças. Assinando os textos e publicações, o acusado utiliza o codinome “Cabo Cardoso Veras”.

Em 2016, ele disputou uma vaga na Câmara de Vereadores pelo Solidariedade e terminou na suplência.

Comentários 0


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code