MPF decreta sigilo em investigação sobre contrato de publicidade de R$ 50 milhões da Funpec

A apuração do Ministério Público Federal sobre o contrato de publicidade de R$ 50 milhões celebrado entre a Funpec e a Fields passou a ser sigilosa.

Com isso, apenas as partes envolvidas no caso tem acesso ao material.

A determinação é do procurador Kleber Martins.

Sigilos costumam ser decretados para proteger informações sensíveis. 

A apuração sobre o contrato aguardava para o final de outubro o resultado de auditoria encomendado à CGU.

Não é possível concluir se o sigilo foi decretado em razão da entrega desse relatório e as eventuais conclusões que ele tenha.

A Agência Fields tem reiteradamente defendido a legalidade de sua atuação na contratação que firmou com a Funpec. Ao blog, inclusive, a agência negou interesse em prorrogar o instrumento.

A Funpec tem argumentado que a contratação seguiu o rito normal da lei de licitações e que as investigações vão concluir que ela atuou dentro do ordenamento legal.

About author

dinarteassuncao

Comente: