Associação de Magistrados do RN cobra coerência da governadora: ‘A trajetória dela não é compatível com essa proposta previdenciária’

Prestes a se reunir com a equipe técnica do governo para discutir a reforma da previdência estadual, o dirigente da Amarn, a associação de magistrados do RN, cobrou coerência da governadora Fátima Bezerra.

“Ela tem uma trajetória de luta ao lado do servidor. O que está em questão não é fazer ou não a reforma. Reconhecemos que é necessário. Mas a proposta apresentada por Fátima não é coerente com a trajetória dela”, disse Herval Sampaio.

Na reunião prevista para esta quinta-feira (6), ele pretende apresentar pontos que foram discutidos com outras categorias, conforme adiantado pelo blog.

Herval acredita que o governo do RN pode seguir exemplos de outros governos de esquerda e que apresentaram propostas mais brandas.

About author

dinarteassuncao

Comente: