Covid-19: Autoridades de saúde estão perdendo a batalha, mas a vítima mesmo é quem mais precisa

19 de março de 2020

A pandemia de coronavírus, quando tiver passado, vai nos obrigar a abraçar mudanças irreversíveis.

O que está em curso é calamitoso em todos os sentidos.

Enquanto o vírus se espalha em progressão geométrica, as autoridades reagem em progressão aritimética.

Estamos perdendo.

No Rio Grande do Norte, o senhor secretário estadual de Saúde já tem a informação de que o quadro é de uma gravidade sem precedentes.

Já sabe que o quadro geral é de que o Brasil está em contágio comunitário.

Oficialmente, no entanto, a ordem é repassar as estatísticas vencidas.

O vírus vai mirando no futuro enquanto estamos detidos em reações do passado.

É bem verdade que a responsabilidade é de todos no enfrentamento da situação. Mas todos esperam liderança. Esperam posturas mais coerentes com a gravidade do que se lhes apresentam.

As vítimas fatais já feitas pelo coronavírus são, vejam só, as que mais precisam.

Foram pessoas sem assistência hospitalar. Elas são várias.

É insulto à dignidade de todos, especialmente de quem mais precisa – o quadro que se desenha.

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code