Presidente nega ciência e o que o mundo inteiro faz e diz que determinará que quarentena no Brasil seja só para idosos

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta 4ª feira (25.mar.2020) que o Brasil terá quarentena só para idosos com comorbidade. Ele disse vai pedir ao ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) que seja feito 1 “isolamento vertical” dos grupos de risco para o novo coronavírus (covid-19).

“Pô, cara [jornalista], você quer que eu faça o que? Que eu tenha o poder de pegar o idoso? É a família dele que tem que cuidar dele em 1º lugar. O povo tem que parar de deixar nas costas do poder público. Aqui não é uma ditadura, aqui é uma democracia”, disse.

A maior parte dos países do mundo, no entanto, considera como necessário e adota atualmente 1 modelo de isolamento “horizontal”, isto é, uma medida que vale para todos. Ao defender o isolamento vertical, o presidente reforçou o que disse no pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV na última 3ª feira (24).

O presidente foi criticado por diversas autoridades depois de defender a diminuição das restrições para combater a covid-19. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), cobrou “responsabilidade” e “seriedade” de Bolsonaro, que foi questionado nesta 4ª sobre o caso.

“Se eu falo 1 A contra eles é uma crise institucional. Vou ligar para o Davi hoje, se bem que ele está confinado”, respondeu.

Bolsonaro deu as declarações na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. Havia 1 grupo de apoiadores que o aguardavam no local.

About author

dinarteassuncao

Comente: