fbpx


Negócio da China

10 de abril de 2020

Em meio à crise diplomática aberta pela ala olavista do governo Jair Bolsonaro com a China, os governadores do Nordeste visualizaram a oportunidade de antagonizar política e economicamente.

O movimento foi tornado público pelo embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, que fez questão de registrar no Twitter que recebera solicitação de ajuda do Consórcio Nordeste. Wanming escreveu, ainda em março, que iria se esforçar para ajudar a região.

A ajuda oferecida pela China, no entanto, tem um custo bem elevado para quem se diz aliado.

Por R$ 42 milhões, o Consórcio Nordeste encomendou 600 respiradores à China, ou R$ 70 mil a unidade. A carga, no entanto, foi retida nos EUA e confiscada pelo governo, que pagou mais caro pelos equipamentos.

A compra dos respiradores está sendo oficialmente feita pelo governo da Bahia e rateada entre os demais estados do consórcio. A apreensão gerou protestos. No dia 4 de abril, o governador do Maranhão, Flávio Dino, foi ao Twitter, onde postou o seguinte

Duas vezes mais

Em uma nova investida, os governadores do Nordeste abriram com a China diálogo para importar os equipamentos sem que eles passem pelos EUA.

O Blog do Dina apurou que uma das possibilidades é de a rota ser pelo Pacífico, com escala na Argentina, antes de chegar ao Brasil.

O valor, no entanto, cresceu. Já o número de equipamentos caiu à metade. Agora, serão R$ 48 milhões para 300 respiradores.

O custo de cada equipamento será agora R$ 160 mil, 2,28 vezes maior que a primeira compra. Os detalhes da nova tratativa foram revelados pela Folha de S.Paulo.

Além da explosão no preço, as condições de pagamento ficaram mais duras. Antes, o valor havia sido empenhado no orçamento da Bahia, e o desembolso seguiria o cronograma normal para despesas do tipo, o que poderia levar dias e até semanas.

Agora, os chineses exigem pagamento à vista para fazer a entrega.

Outro lado

O Blog do Dina procurou a Secretaria Estadual de Saúde no início da manhã desta sexta-feira (10) para comentar o caso.

Encaminhou perguntas questionando a participação do RN na compra; indagando quantos equipamentos o estado encomendou e qual a previsão para entrega.

Até a publicação desta matéria, a pasta havia informado que ainda aguardava informações sobre o assunto para se posicionar. As informações da Sesap serão acrescentadas quando forem enviadas.

Comentários


6 respostas para “Negócio da China”

  1. ROOSEVELT ARILMES MUNIZ DE ALBUQUERQUE disse:

    BOA MANEIRA DOS COMUNISTAS DA CHINA TRATAREM OS COMPANHEIROS COMUNISTAS DO NORDESTE
    PARABÉNS CULPANHEIROS

  2. […] Os asiáticos impuseram aos governadores do Nordeste um preço duas vezes maior que o normal, conforme detalhado pelo Blog do Dina. […]

  3. Tereza disse:

    Governo paralelo esse formado pelos governadores do Nordeste …Cadê os órgãos competentes? Já sei o q os governadores liderados pelo Gov do Maranhão vão justificar : tudo pode para salvar vida.

  4. Tereza disse:

    Tudo pode com o dinheiro suado com os impostos pagos ppelos contribuintes.
    A demanda excessiva estará baseada na projeção feita pelo Sesap?
    Até q cheguem aqui já terá ” partido” muita gente.

  5. […] Os asiáticos impuseram aos governadores do Nordeste um preço duas vezes maior que o normal, conforme detalhado pelo Blog do Dina. […]

  6. […] compra dos respiradores foi objeto de reportagem do Blog do Dina em 16 de abril. Naquela oportunidade, a ênfase recaía sobre o valor, R$ 167 mil por unidade, acima do preço de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code