RN e mais seis estudam se aderem a protocolo de uso generalizado da cloroquina

Pelo menos sete estados, incluindo o Rio Grande do Norte, estudam aderir ao protocolo do Ministério da Saúde que recomenda a adoção de cloroquina na fase inicial para tratamento da covid-19. Já oito estados anteciparam que não vão aderir.

Na prática, o novo protocolo autoriza que médicos da rede pública receitem cloroquina logo após os primeiros sintomas, como coriza, tosse e dor de cabeça.

Para isso, o paciente deverá assinar um termo de consentimento em que diz aceitar o risco “por livre iniciativa” — sendo alertado, inclusive, da possibilidade de “disfunção grave de órgãos” e até de “óbito”. No protocolo anterior, de março, a liberação era apenas para pacientes em situações mais graves.

São Paulo, Bahia, Pará, Rio Grande do Sul, Maranhão, Pernambuco, Paraíba e Mato Grosso do Sul pretendem manter os protocolos anteriores e respeitar a relação médico-paciente.

Já Rio Grande do Norte, Minas, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Acre e Piauí submeteram o novo protocolo a análises de comitês locais.

About author

dinarteassuncao

Comments(2)

  1. REPLY

    ROOSEVELT ARILMES MUNIZ DE ALBUQUERQUE says

    GOVERNADORES PREFEREM Q MORRAM MAIS GENTE DO Q TRATAR COM CLOROQUINA
    UM ABSURDO

  2. REPLY

    Roberta says

    NÃO, USSEM CLOROQUINA,POISMORRE MAIS GENTE E O ESTADO QUE FECHOU 5HOSPUTAISNO INTERIOR RECEBE MAIS DINHEIRO. A CULPA DISSO TUDO É DO STF QUE DELEGOU PARA ESTADOS E MUNICIPIOS GASTAREM NOSSO DINHEIRO. ONDE NAO TEM PTRALHALADRAO. HOUVE REUNIÃO COM ALIBABA E OS 22 LADROES. FALO PARA TEREM UM OLHAR GRANDE NO CONSORCIO NORDESTE QUE NICOLELIS É O MENTOR. ESSE NICOLELIS VIVIA NO RN NA EPOCA DO LULALAUPTRALADRAO FOI EMBORA AGORA COMO ESTÁ JORRANDO NOSSO DINHEIRO LOGO ELE REAPARECEU????????

Comente: