fbpx


Operação Ragnork: Nordeste antecipou dinheiro por compra de respiradores em contrato fraudado com empresa de construção civil

1 de junho de 2020

A compra de 300 respiradores por estados do Nordeste à empresa Hempcare Pharma foi alvo de operação policial nesta segunda-feira (1º), após o caso ganhar contornos de fraudes.

Detalhes do caso foram antecipados em primeira mão pelo Blog do Dina ao longo da semana passada. A governadora Fátima Bezerra autorizou a antecipação de R$ 5 milhões. Na ação desta segunda, foram presos Cristiana Prestes Taddeo, CEO da empresa, e Luiz Henrique Ramos Jovino, sócio.

Em coletiva de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública de Salvador, o titular da pasta, Maurício Barbosa explicou que era fraudulento o contrato entre a Hempcare e a empresa chinesa a quem os respiradores seriam importados.

“A empresa que a contratada alegava ser a fabricante chinesa de respiradores era, na verdade, uma empresa da construção civil, de acordo com a embaixada do país asiático”, narrou.

Novas fases

Deflagrada nas primeiras horas do dia, a ação coordenada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) cumpriu 15 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Salvador, e 3 mandados de prisão, sendo 2 no Distrito Federal e 1 no Rio de Janeiro.

Responsável pela investigação, a coordenadora da Coordenação de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública, a delegada da Polícia Civil Fernanda Asfora também participou da coletiva de imprensa virtual.

“A partir de agora, será feito um trabalho de análise de todo o material apreendido e, possivelmente, outras fases dessa operação virão”, concluiu.

Comentários


7 respostas para “Operação Ragnork: Nordeste antecipou dinheiro por compra de respiradores em contrato fraudado com empresa de construção civil”

  1. Roberta disse:

    TA BEMMMMM PERTIMMMMM DO RN. FATAO TA IGUAL NICOLELIS. NAO PASSA UM CABELOOOOOOOOOO!!!!@ BEM QUE FALEI DO COMEÇO DESSE CONSORCIO NORDESTEEEEEEEE, NAO FOI FALTA DE AVISO. FATAO E AGORA OS RESPIRADORES AI VOCÊ VAI PEDIR AOS JURISTAS POR LOUCOS DIAS????? JÁ ESTAMOS EM CASA HA MAIS DE 75 DIAS E AI????? QUEM NÃO SABE ADMINISTRAR PENSA QUE É SINDICATO?????? QUE NÃO PRESTA CONTA PARA NADA!!!!! SE A JUSTIÇA ACEITAR VAI SER RESPONSÁVEL PELOS OBITOS JUNTO COM VOCÊ É SEUS 2 SEC. QUE NÃO ESTAO SABENDO LIDAR. AGORA FECHAR 5 HOSPITAIS NO INTERIOR FOI O WUE VOCES JUNTOS FIZERAM. FECHAR É FACIL QUERO VÊ ABRIR. PTRALHADA DESPREPARADA.

  2. […] O governo da Bahia, estado pelo qual a compra foi feita, foi procurado pelo Blog do Dina na manhã desta quinta-feira e indagado sobre detalhes da transação, quais estados participam do rateio e se o pagamento foi feito antecipadamente a exemplo do caso anterior, que resultou na Operação Ragnarok. […]

  3. […] no valor de R$ 48,7 milhões, mas os respiradores não foram entregues. A consequência foi operação policial conduzida pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia contra as empresas Hempcare e Biogeonergy. O Ministério da Justiça pediu que a Polícia Federal […]

  4. […] investigações que se debruçam sobre a transação entre o Consórcio Nordeste e a empresa Hempcare Pharma apontam que o número da nota fiscal emitida pela empresa sinaliza baixa […]

  5. […] investigações que se debruçam sobre a transação entre o Consórcio Nordeste e a empresa Hempcare Pharma apontam que o número da nota fiscal emitida pela empresa sinaliza baixa […]

  6. […] foi presa na Operação Ragnarok, a empresária Cristiana Prestes, da Hempcare Pharma, foi acusada pelas autoridades daquele estado […]

  7. […] foi presa na Operação Ragnarok, a empresária Cristiana Prestes, da Hempcare Pharma, foi acusada pelas autoridades daquele estado […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code