[OPINIÃO] Prefeito de Natal boicota ações de contenção do coronavírus

5 de junho de 2020

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, veio a público recentemente se queixar de que pacientes de outras cidades estavam superlotando o sistema de Natal, cobrando medidas da governadora Fátima Bezerra.

A razão assiste a Álvaro Dias nessa cobrança. Mas lhe deixa desamparado quando se pergunta o que prefeito fará para evitar que as pessoas precisem chegar ao hospital.

Enquanto a vacina não chega, o distanciamento social é a medida adotada no mundo todo. Qual o método: primeiro se apertam as medidas de distanciamento para reduzir a demanda sobre o sistema público de saúde.

Depois de afrouxam as medidas e se retomam as atividades, com protocolos de distanciamento social.

Álvaro Dias quer aplicar a segunda etapa sem passar pela primeira. E isso contribui também para a superlotação do sistema de Natal. Para ele, no entanto, sua incapacidade de tomar as medidas que devem ser tomadas resulta de culpa do Estado, e não da sua própria omissão.

Escrevi neste artigo como a responsabilidade está compartilhada entre ambos. Mas de lá para cá, o governo do Estado tomou a coragem de fazer o que devia ter feito lá atrás – pois agora estaríamos na abertura da economia com protocolos de distanciamento dentro da retomada.

Não foi feito lá atrás e debulhar-se em lágrimas sobre o leito derramado não adiantará. A radicalização do isolamento social é medida adotada em todo o mundo e aqui não seria de haver diferente. Esse pensamento, aliás, é compartilhado pelo próprio secretário de Saúde de Natal, que apontou como a cidade estava deixando a desejar.

Se a hora de atravessar tal momento é essa, a atitude da prefeitura de Natal em ser ver alheia e vítima de omissões do Estado reflete, em verdade, que o prefeito Álvaro Dias boicota a contenção do coronavírus.

Comentários


4 respostas para “[OPINIÃO] Prefeito de Natal boicota ações de contenção do coronavírus”

  1. Joao disse:

    O prefeito está certissimo. A desgovernadora nada fez, excerto mandar o trabalhador ficar isolado, morra de forme, nao pague as dividas assim como ela nao está assumido seus compromisso de campanha. Nao fez nada, agora o pacto seshumano prender o trabalhador, o dono de casa, mate os velhos. Isto nao.

  2. Tereza disse:

    ” Mas de lá pra cá …”
    E as mortes que ocorreram como fica?
    Passa a borracha?
    Tudo muito grave.
    MPF e MPRN as lupas urgente

  3. ROOSEVELT ARILMES MUNIZ DE ALBUQUERQUE disse:

    TANTO PREFEITO COMO GOVERNADORA ESTÃO ERRADOS O SUCATEAMENTO DO SISTEMA DE SAUDE A CULPA E DELES FAZER ISOLAMENTO PARA NÃO SUPERLOTAR HOSPITAIS E DE UMA BURRICE CRETINA
    FATIMA FECHOU HOSPITAIS RECEBEU MILHÕES PRA POR HOSPITAIS PRA FUNCIONAR E NÃO FEZ NADA
    AGORA QUER MANTER UM POVO POBRE SEM TRABALHAR
    FICAR EM CASA SEM TRABALHAR SEM TER I Q COMER E PIOR Q COVID

    BANDO DE INCOPETENTES E INRESPONSAVEL

  4. ROOSEVELT ARILMES MUNIZ DE ALBUQUERQUE disse:

    CADA UM CULPA O OUTRO POR INCOPETENCIA

    AFINAL BOLSONARO TEM RAZÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code