234 pessoas morreram à espera de leito para tratar Covid-19 no RN

No Rio Grande do Norte, 234 pessoas morreram enquanto estavam na lista de regulação à espera de um leito para tratamento de Covid-19, de acordo com dados da plataforma Regula RN, analisados pela Tribuna do Norte nesta segunda-feira (29).

O óbito dos pacientes é a segunda principal causa de cancelamento das solicitações de leitos no estado, atrás apenas da expiração da solicitação, que ocorre quando a solicitação está há mais de 48 horas sem atualização do quadro clínico do paciente.

As mortes de pessoas à espera do leito correspondem a 24,9% do total de óbitos no RN, que é de 937 até o domingo (28).

De acordo com os dados do Regula RN, o estado tem 37 pacientes na fila de regulação para leitos críticos e outros 36 para leitos clínicos. A plataforma indica ainda que a disponibilidade de leitos críticos é de 13.

Por outro lado, são 64 leitos clínicos disponíveis, o que supera a demanda. No entanto, o entrave é para o transporte de 29 pacientes que já estão regulados. Segundo a plataforma, a impossibilidade de transporte é a terceira maior causa de cancelamento de solicitações por leito. Ao todo, foram 149 cancelamentos por esse motivo, ou 12% do total.

About author

dinarteassuncao

Comente: