Para driblar demanda, Prefeitura de Natal adquire respiradores usados, mas por preço de equipamentos novos

A demanda global por respiradores pulmonares levou a gestão municipal de Natal a adquirir respiradores seminovos de empresa que tem atuado no segmento e conseguido oferecer equipamentos que não dependam ainda de fabricação.

O contrato entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Spectrum Medic, de Aparecida de Goiânia (GO), é do início do mês de junho. Nele, está prevista a contratação de vinte equipamentos seminovos ao preço unitário de R$ 108 mil, totalizando R$ 2.160.000,00.

O valor é o mesmo praticado para compra de equipamentos durante a pandemia de covid-19, mas não há ilegalidade na compra feita pela Prefeitura de Natal.

Equipamentos semelhantes, da Intermed, modelo 5, foram adquiridos por outras gestões a preços que variam. No Rio Grande do Sul, um modelo seminovo foi adquirido por quase R$ 42 mil, mas não está informado no painel de compras localizado pelo Blog do Dina se se trata de modelo de transporte, como o de Natal, ou fixo, que fica em UTIs.

Até o momento, a Spectrum entregou 10 equipamentos, pelos quais recebeu a metade do valor do contrato. E informou que no sábado (27) enviou a outra parte para complementar o contrato que pactuou.

Para esta reportagem, o Blog do Dina procurou a Prefeitura do Natal para apresentar eventual projeto com as unidades beneficiadas pelos respiradores. A administração municipal, no entanto, não respondeu. O espaço segue aberto para manifestação.

Respiradores

Já de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana de Goiás, Wender de Sá, dono da Spectrum, falou com a reportagem.

Desde que a pandemia de covid-19 se instalou, ele mesmo viu seu negócio atravessar dificuldades em razão de fornecedores estarem negociando diretamente com o governo federal.

Uma das soluções que ele encontrou foi restaurar aparelhos seminovos e revendê-los. Wender de Sá explicou que o procedimento envolve mão-de-obra especializada. Ele explicou que esse procedimento permite que os contratantes consigam acessar os equipamentos mais rapidamente.

“Só começamos a trabalhar com seminovos para atender a demanda emergencial do Covid-19. Mas antes trabalhávamos somente com novos de indústrias nacionais”, explicou Sá.

Os equipamentos que ele enviou para Natal são modelo Intermed 5 Plus.

A Spectrum foi contratada por Natal dentro da legalidade prevista na dispensa de licitação. Segundo Sá, o contato entre a gestão municipal e a sua empresa se deu após o representante da Spectrum procurar Natal oferecendo os serviços da empresa.

“Eles estavam desapontados com compras anteriores e daí eu disse que conosco seria diferente. Não assumo entrega que não tenho como cumprir”, afirmou o dono da Spectrum.

About author

dinarteassuncao

Comment(1)

  1. REPLY

    ROOSEVELT ARILMES MUNIZ DE ALBUQUERQUE says

    QUER DIZER Q O ESTADO DO RS COMPRA POR 42.000.00 NATAL POR MAIS DE 100.MIL E VC FALA Q NAO HA NADA IRREGULAR??

    PIADA ISTO

    OS POLÍTICOS BRASILEIROS SEMPRE VIVEU DA MISÉRIA DO POVO E AGORA NÃO É DIFERENTE AINDA FALAM Q ESTÃO PREOCUPADOS COM A VIDA
    MENTIROSOS

    BOLSONARO TEM RAZÃO E PONTO FINAL
    DESTRUIRAM A ECONOMIA DECLARAM CALAMIDADE PÚBLICA SÓ PRA ROUBAR

    HISTÓRIA ANTIGA

Comente: