O que lojistas devem fazer para garantir abertura dos estabelecimentos

Os estabelecimentos e serviços autorizados a funcionar na retomada da economia no Rio Grande do Norte devem seguir uma série de protocolos específicos para impedir a propagação do novo coronavírus no estado e garantir a saúde de clientes e funcionários.

Em portaria publicada nesta terça-feira (30), o governo do RN elencou as medidas que devem ser seguidas pelos lojistas. O descumprimento pode acarretar em interdição, multa e outras sanções.

Entre as ações, os responsáveis pelos estabelecimentos devem orientar e cobrar de clientes e colaboradores o cumprimento de protocolos específicos, como o uso de máscara de proteção. Além disso, os responsáveis também devem orientar a vedação da entrada de pessoas dos grupos de risco e infectados pelo novo coronavírus.

Para salões de beleza e barbearias, uma das recomendações é a abertura em horários específicos para que o tráfego de clientes fuja do pico no transporte público.

Outra determinação da portaria é para que os lojistas fixem na entrada do estabelecimento o tamanho da loja em metros quadrados e o número de pessoas que poderão simultaneamente no local, além de limitar a uma pessoa a cada 5 m².

Já o comércio de vestuário deverá vetar o uso do provador. Os restaurantes deverão ter no máxima quatro pessoas por mesa e distância mínima de dois metros entre as mesas e um metro entre as pessoas. A venda e o consumo de bebida alcoólica também estão proibidos.

Confira todas as obrigações dos lojistas AQUI.

About author

dinarteassuncao

Comente: