Taxa de desemprego sobe para 12,9% e 7,8 milhões de brasileiros perdem o trabalho

A crise do coronavírus segue causando estragos no mercado de trabalho. No trimestre encerrado em maio, havia 7,8 milhões de pessoas a menos trabalhando que no trimestre anterior. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (30), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A população ocupada, de 85,9 milhões de pessoas, era a menor da série histórica da Pnad Contínua, iniciada em 2012. Pela primeira vez, menos da metada da população em idade de trabalhar está ocupada.

O IBGE aponta que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 12,9% no trimestre encerrado em maio. No mesmo período de 2019, a taxa era de 12,3%. No trimestre até abril deste ano, era 12,6%.

No trimestre de dezembro de 2019 a fevereiro de 2020, quando o País ainda não sentia o impacto da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, a taxa de desemprego estava em 11,6%.

Com informações do Estadão

About author

dinarteassuncao

Comente: