‘Grey’s Anatomy’ abordará coronavírus em 17ª temporada

22 de julho de 2020

O coronavírus chegará, em breve, ao Hospital Grey Sloan Memorial, cenário da longeva série “Grey’s Anatomy”.

“Vamos tratar dessa pandemia, com certeza”, afirmou a diretora e produtora executiva Krista Vernoff sobre os planos para a 17ª temporada da narrativa cujo primeiro episódio estreou em 2005: “Não há como ser um programa médico de longa duração e não elaborar histórias a partir de nossas vidas”.

A notícia foi revelada durante o painel “Quaranstreaming: comfort TV that keeps us going”, apresentado pela organização americana Television Academy na última terça-feira (21/7), em parceria com o Emmy.

Ao lado dos atores Chandra Wilson (que encarna o papel de Dra. Miranda Bailey em “Grey’s Anatomy”) e Kevin McKidd (Dr. Owen Hunt), a produtora executiva adiantou que os roteiristas da atração televisiva já têm se reunido com médicos da vida real, que compartilham suas histórias durante a pandemia de Covid-19.

“Todos os anos, os médicos vêm nos contar suas histórias, e geralmente eles relatam suas histórias mais engraçadas ou loucas. Este ano, os encontros parecem mais uma terapia”, explicou a diretora.

“Os médicos entram na sala, e somos as primeiras pessoas com quem eles estão conversando sobre esses tipos de experiência. Eles estão literalmente tremendo e tentando não chorar, estão pálidos e estão falando sobre isso como guerra, uma guerra para a qual eles não foram treinados”, afirmou Krista.

A diretora e produtora acrescentou que tem sido “realmente doloroso” ouvir sobre o sofrimento que pacientes e profissionais de saúde vivenciam durante a pandemia. “Sinto que nosso programa tem a oportunidade e a responsabilidade de contar algumas dessas histórias”, disse ela.

Embora as filmagens da 17ª temporada ainda não tenham sido iniciadas devido à pandemia do novo coronavírus, Vernoff diz que os roteiristas estão trabalhando duro. “Nossas conversas têm sido constantemente sobre como mantemos vivo o humor e o romance enquanto contamos essas histórias realmente dolorosas”, ela ressaltou.

Série brasileira tratará tema

A série “Sob pressão” também abordará os dramas derivados da pandemia de Covid-19 em sua nova temporada. Consultor da produção estrelada por Júlio Andrade e Marjorie Estiano, o médico Márcio Maranhão tem ido a hospitais de campanha. Além disso, estão sendo feitas entrevistas com pacientes e parentes de infectados, como adiantou a colunista Patrícia Kogut. Os roteiristas também leem sobre o assunto e conversam com especialistas.

O mesmo acontece com a equipe da novela “Amor de mãe”. Já está certo que a pandemia do coronavírus será abordada nos novos capítulos da história protagonizada por Regina Casé. No núcleo da personagem Camila (Jessica Ellen), o drama do ensino público com as aulas on-line será um tema discutido.

O retorno do folhetim escrito por Manuela Dias, em 2021, estabelecerá um desfecho para a trama, mas com bem menos capítulos que o previsto quando a novela estreou. De acordo com a colunista Patrícia Kogut, os atores já estão recebendo os textos dos 23 capítulos que encerrarão a saga de Lurdes (Regina Casé) para encontrar Domenico.

Estadão

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code