Demitido da Casa Civil por uso de avião da FAB ganha cargo no Meio Ambiente com salário de R$ 13,6 mil

16 de setembro de 2020

Demitido do posto de secretário-executivo da Casa Civil em janeiro deste ano após usar um jato da FAB para uma viagem exclusiva para a Índia, José Vicente Santini ganhou um cargo no Ministério do Meio Ambiente.

Com um salário de R$ 13.623,39, Santini será assessor especial do ministro Ricardo Salles. A portaria com a nomeação foi publicada no “Diário Oficial da União” desta quarta-feira (16).

Santini foi demitido por ter utilizado uma aeronave oficial com apenas três passageiros (ele e duas assessoras) para voar de Davos (Suíça), onde participava do Fórum Econômico Mundial, para a Índia, onde o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cumpria agenda.

O secretário representava o então titular da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que estava em férias. À época, Bolsonaro classificou o episódio como “inadmissível”, mas disse que o uso da aeronave não é “ilegal” mas “imoral”.

Já naquela época, ao dizer que Santini deixaria o posto, o presidente não havia excluído a possibilidade de ele ocupar outras funções no governo federal.

Folha de S. Paulo

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code