fbpx


Estação Espacial Internacional tem vazamento de ar

1 de outubro de 2020

Astronautas na Estação Espacial Internacional (ISS) conseguiram reduzir com sucesso a origem de um pequeno vazamento de ar que estava crescendo em tamanho.

Kenny Todd, vice-gerente da estação espacial, disse que o vazamento foi detectado pela primeira vez há mais de um ano, mas aumentou nos últimos meses.

Uma nova rodada de testes durante a noite na segunda-feira revelou que o vazamento estava em um módulo de serviço no segmento russo, disse Todd durante coletiva da Nasa nesta terça-feira. Todd explicou que a equipe está lidando com o mesmo vazamento de antes, em vez de um novo.

A agência espacial russa Roscosmos confirmou que o vazamento estava vindo de um de seus módulos de serviço.

“Atualmente a busca está em andamento para localizar precisamente o vazamento”, tuitou a agência. “A situação não representa perigo para a vida e saúde da tripulação e não impede a operação continuada da tripulação da estação.”

O astronauta Chris Cassidy da Nasa e os cosmonautas Anatoly Ivanishin e Ivan Vagner da Roscomos realizaram os testes a bordo.

“O tamanho do vazamento identificado durante a noite foi atribuído a uma mudança temporária de temperatura a bordo da estação, com a taxa geral de vazamento permanecendo inalterada”, disse a Nasa em na terça-feira.

Enquanto os membros da tripulação experimentam uma pressão confortável enquanto vivem no laboratório orbital, a estação espacial sofre pequenos vazamentos de ar ao longo do tempo.

A repressurização regular é possível graças aos tanques de nitrogênio que estão incluídos nas missões de reabastecimento de carga que as entregam à estação espacial.

A próxima missão de reabastecimento deve chegar neste fim de semana. A nave de carga Northrop Grumman Cygnus será lançada da Wallops Flight Facility, no estado americano da Virgínia, na noite de quinta-feira.

Em seguida, os membros da tripulação serão mudados. A astronauta da Nasa Kate Rubins e os cosmonautas russos Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkov farão o lançamento do Cosmódromo de Baikonur no Cazaquistão em 14 de outubro e aportarão na estação espacial, enquanto Cassidy, Vagner e Ivanishin partirão da estação espacial em 21 de outubro e retornarão à Terra .

O trio terá passado 195 dias juntos na estação espacial após o lançamento em abril.

Então, em 23 de outubro, a missão SpaceX Crew-1 será lançada para a estação espacial, levando os astronautas da NASA Mike Hopkins, Victor Glover, Shannon Walker e o astronauta da agência espacial japonesa Soichi Noguchi.

CNN Brasil | Foto: NASA

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code