fbpx


Nobel de Física vai para pesquisadores de buraco negro e segredos da Via Láctea

6 de outubro de 2020

Pesquisas sobre buraco negro e segredos da Via Láctea renderam o Prêmio Nobel de Física 2020 para os pesquisadores Roger Penrose, Reinhard Genzel e Andrea Ghez. Penrose receberá metade do prêmio, pela “descoberta da formação de buraco negro em uma robusta previsão da Teoria da Relatividade Geral”. Genzel e Andrea receberão a outra metade pela “descoberta de um objeto supermaciço no centro da nossa galáxia”.

O secretário-geral da Academia Real de Ciências da Suécia, Göran Hansson, afirmou que o prêmio deste ano é “sobre os mais escuros segredos do universo”.

Os três foram escolhidos, de acordo com o comitê do Nobel, por suas descobertas sobre um dos fenômenos mais exóticos do universo, o buraco negro. “Roger Penrose mostrou que a teoria geral da relatividade leva à formação de buracos negros. Reinhard Genzel e Andrea Ghez descobriram que um objeto invisível e extremamente pesado governa as órbitas das estrelas no centro de nossa galáxia. Um buraco negro supermassivo é a única explicação atualmente conhecida”, indica o comitê.

Penrose é professor da Universidade de Oxford, no Reino Unido. Genzel é pesquisador do Instituto Max Planck para Física Extraterrestre, na Alemanha, e Andrea é pesquisadora da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, nos EUA.

Estadão

Comentários


2 respostas para “Nobel de Física vai para pesquisadores de buraco negro e segredos da Via Láctea”

  1. Junior Play disse:

    Kid Bengala já desbravou inúmeros buracos negros e nunca ganhou um Nobel, é preconceito e racismo kkkkkkkkkkkkkk

  2. […] Prêmio Nobel de Física deste ano premiou um trio de cientistas por estudos relacionados aos buraco… presentes em nossa galáxia. O grupo dividiu o prêmio de 10 milhões de coroas suecas (cerca de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code