fbpx


Dina Verifica: Data de fabricação da vacina chinesa revela plano da China sobre a Covid-19?

30 de outubro de 2020

A vacina chinesa contra a Covid-19 acumula uma série de polêmicas e fake news aqui no Brasil. O caso mais recente que circula nas redes sociais é que a data de fabricação revela um “plano maléfico da China”.

A “prova do crime” seria o fato de uma imagem mostrar que a vacina Coronavac que está chegando ao país é de abril de 2020. Com a foto, há mensagens que apontam que a “China já sabia e espalhou a Covid-19 ao mundo” e que o acordo para a vacina “já existia desde antes da pandemia.

Veja como as mensagens circulam nas redes sociais:

Versão 1: Vacina chinesa foi produzida em abril/2020( site do butantan, confirmado, nao e fake). Foi planejado? Quer que desenhe? Espalhe. A china quebrou intencionalmente o Mundo. Alguns de nós ja sabiam…

Versão 2: Como as autoridades podem discutir se vão ou não obrigar a população a tomar uma vacina e até mesmo as sanções contra quem não quiser tomar, se a vachina nem pronta está? Ah! Só que a vachina já está pronta sim, empacotada em embalagens com tudo escrito em português e com data de fabricação em abril de 2020. O papo de que está passando por testes, é tudo um grande engodo. Essa m… está pronta há muito tempo, até antes do viruschines chegar ao Brasil. A esquerda pode não dormir em serviço, mas nós também não estamos dormindo. Vamos fazer essa m… ir toda para o lixo.

Versão 3: Segundo matéria do Poder 360, o MPF questionou o Ministério da Saúde por compra cancelada da Vacina chinesa. Agora, se liga a data de fabricação da vacina na foto ilustrativa da matéria. Foi fabricada e devidamente envasada com embalagem em português, no início de abril… ABRIL… QUE P… É ESSA??? Lembrando que o acordo com o laboratório chinês, segundo o próprio Doria, foi assinado em agosto de 2019! Sim abiguinho, é tudo teoria da conspiração!

A data de fabricação realmente revela esse tal plano chinês?

INFORMAÇÃO FALSA

OS FATOS

1) A imagem em questão não é do “lote que chegou ao Brasil agora” nem prova que a China já tinha uma vacina antes mesmo da pandemia.

2) Ao analisar o conteúdo já surge desconfiança quanto ao teor do texto: alarmista, com erros de português e sem fontes confiáveis, além do histórico de boatos sobre a vacina chinesa.

3) As mensagens citam teses que já foram desmentidas por agências de checagem de fatos.

4) Verificando a questão da data da fabricação da vacina, vê-se que não há relação com “planos maléficos da China”. A foto é de julho, quando São Paulo recebeu os primeiros lotes da vacina, é de um período no qual a Sinovac já havia anunciado testes da vacina contra o coronavírus.

5) As vacinas que serão aplicadas no país – caso o imunizante da Sinovac tenha sucesso – ainda não chegaram ao país.

FONTE

Boatos.org

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code