fbpx


Pazuello muda orientação e diz para prefeitos não reterem vacinas para aplicação da 2ª dose

19 de fevereiro de 2021

Pressionado pelo ritmo lento de vacinação para covid-19, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse a prefeitos nesta sexta-feira, 19, que não será mais preciso reter metade dos lotes disponíveis até a aplicação da segunda dose do imunizante.

A nova orientação passaria a valer a partir do dia 23 deste mês, quando o governo federal espera receber mais 4,7 milhões de vacinas.

A mudança não significa que a segunda dose deixará de ser aplicada. No começo da campanha, o ministério pediu para que metade das doses fossem retidas pelo risco de não haver reposição dos estoques a tempo da segunda dose.

Pazuello disse aos prefeitos que há segurança agora para usar todos o estoque para a primeira dose e receber novas vacinas dentro do prazo para a segunda aplicação.

Estadão

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code