fbpx


‘Cepa mais transmissível anda de Ferrari. Já a campanha de vacinação vai de carroça’, diz Mandetta

25 de fevereiro de 2021

Um ano após o registro do primeiro caso da covid-19 no Brasil, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), que comandou a pasta nos meses iniciais da pandemia, vê o País como uma nau sem rumo, o Sistema Único de Saúde (SUS) destruído e a situação do País cada vez mais grave.

“A cepa mais transmissível anda de Ferrari. Já a campanha de vacinação vai de carroça”, disse em entrevista ao Estadão.

O ex-ministro afirmou que percebeu a gravidade da doença durante o Fórum de Davos, em janeiro de 2020, quando viu a cúpula da Organização Mundial da Saúde (OMS) “rachada” sobre declarar ou não uma emergência global.

Para ele, a demora da entidade em confirmar a pandemia atrasou ações do Brasil contra o vírus.

Veja a entrevista completa no Estadão.

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code