fbpx


Aras abre investigações contra principais nomes do governo Bolsonaro, mas apurações patinam

5 de abril de 2021

O procurador-geral da República, Augusto Aras, determinou a abertura de uma série de apurações preliminares para averiguar a conduta do presidente Jair Bolsonaro, de dois dos seus filhos, do ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Augusto Heleno, e do general Eduardo Pazuello, ex-titular da Saúde, além de outros nomes do alto escalão bolsonarista.

Integrantes da Procuradoria-Geral da República criticam o fato de as apurações não avançarem. E afirmam que a medida se tornou uma estratégia de Aras para dar uma resposta aos erros do governo federal sem, contudo, perder o controle nem dar visibilidade aos casos.

Entre os casos mais relevantes, o chefe do Executivo motivou ao menos 13 investigações dessa natureza — 6 ainda estão em tramitação e 7 já foram arquivadas.

Veja reportagem completa na Folha de S. Paulo.

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code