fbpx


Caso Henry: filhos de ex-namoradas de Jairinho confirmam sessões de tortura de vereador

30 de abril de 2021

Os filhos de duas ex-namoradas do médico e vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (sem partido), confirmaram, em depoimentos prestados na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), terem passado por sessões de tortura com o parlamentar.

As agressões foram relatadas pelas mulheres ao delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), durante o inquérito que apura a morte de Henry Borel Medeiros, de 4 anos, do qual são testemunhas, e seus termos de declaração foram encaminhados à especializada, onde foram abertos dois outros procedimentos investigativos.

A primeira criança a ser ouvida na DCAV foi a filha de uma cabeleireira que conheceu Jairinho em 2010 e chegou a ficar noiva do vereador, com quem manteve um relacionamento até 2014.

A menina, de 13 anos, contou ter tido a cabeça batida pelo então padrasto contra a parede do box de um banheiro e até ter sido pisada por ele nos fundos de uma piscina para que não conseguisse levantar e respirar.

A segunda criança a depor na especializada foi o filho da estudante Débora Melo Saraiva, que começou a se relacionar com Jairinho em 2014 e diz ter ficado com ele durante seis anos, entre idas e vindas, já que na época o parlamentar também era casado com a dentista Ana Carolina Ferreira Netto, mãe de dois dos seus três filhos.

O menino, atualmente com 8 anos, relatou que o vereador colocou um papel e um pano em sua boca, avisando que ele não poderia engoli-los. Ele teria colocado a criança deitada em um sofá na sala de sua casa em Mangaratiba, subido no móvel e pisado sobre seu corpo.

Veja a matéria completa em O GLOBO.

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code