fbpx


Ministro da Defesa nega ameaça às eleições e diz que cabe ao Congresso decidir sobre voto impresso

22 de julho de 2021

O ministro da Defesa, general Braga Netto, negou nesta quinta-feira que tenha feito ameças às eleições em 2022, conforme mostrou reportagem publicada nesta quinta-feira pelo jornal ‘O Estado de S. Paulo’. O general também afirmou que a discussão e a decisão acerca do voto impresso cabem exclusivamente ao Congresso Nacional, onde tramita uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sobre o tema.

Para Braga Netto, a ameaça poderia gerar “instabilidade entre os Poderes da República”:

“O Ministério da Defesa reitera que as Forças Armadas atuam e sempre atuarão dentro dos limites previstos na Constituição. A Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira são instituições nacionais, regulares e permanentes, comprometidas com a sociedade, com a estabilidade institucional do País e com a manutenção da democracia e da liberdade do povo brasileiro”, diz a nota.

O GLOBO

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code