fbpx


Investigados da CPI da Covid foram ao menos 71 vezes ao Ministério da Saúde

13 de setembro de 2021

Investigados pela CPI da Covid que não têm cargo no Ministério da Saúde foram ao menos 71 vezes à pasta durante a pandemia.

Na lista de visitantes há integrantes do “gabinete paralelo” e pessoas que a comissão do Senado considera como lobistas, envolvidos em transações sob suspeita.

No total, a CPI da Covid tem uma lista com 29 investigados. Desses, 21 não possuem cargo na pasta e 8 já estiveram em algum momento nomeados na Saúde durante a pandemia.

O empresário José Ricardo Santana é o investigado que esteve mais vezes no órgão: são visitas em 20 dias diferentes. Ele chegou a atuar informalmente na pasta, mas manteve a presença também mais tarde, quando discutia a venda de testes rápidos ao governo.

​Na sequência, o ex-ministro da Saúde e atual líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), foi ao menos 11 vezes ao ministério neste período.

Veja a matéria completa.

Folha de S. Paulo

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code