fbpx


CPI da Covid: juristas apontam em relatório crimes de Bolsonaro na pandemia e pedem impeachment

15 de setembro de 2021

Em parecer de 226 páginas preparado para a CPI da Covid, um grupo de juristas coordenado pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior apontou que há ‘farto material probatório’ produzido pelo colegiado para responsabilizar criminalmente o presidente Jair Bolsonaro e os integrantes de seu governo em razão da conduta frente à pandemia.

Os juristas classificam a gestão como ‘deliberadamente irresponsável e que infringe a lei penal’.

O parecer será avaliado pelo relator da comissão, o senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Na avaliação dos especialistas consultados pela CPI da Covid, ‘não são poucas as situações que merecem o aprofundamento das investigações pelos órgãos de controle do Estado brasileiro, assim como são bastante evidentes as hipóteses reais de justa causa para diversas ações penais’.

Além de Miguel Reale Júnior, assinam o documento Sylvia H. Steiner, Helena Regina Lobo da Costa e Alexandre Wunderlich.

Veja a matéria completa.

Estadão

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code