fbpx


VIDEO: Homossexual é agredido em Natal enquanto trabalha e agressor diz que ‘bateria de novo em viado porque tem que botar é mulher para trabalhar’

1 de dezembro de 2021

Um homossexual foi covardemente agredido enquanto trabalhava na Cidade Alta, em Natal. A agressão foi registrada por uma câmera de segurança.

A imagem mostra a vítima parada na calçada quando o agressor surge e desfere um soco no rosto do trabalhador.

O criminoso foi levado à delegacia. Testemunhas da agressão relataram que, no ato, ele disse que bateu e que bateria de novo, pois “tem que botar mulher, não tem que botar ‘viado’ para trabalhar”.

Apesar da homofobia, o agressor foi liberado.

O trabalhador agredido sofreu ferimento no nariz, como as imagens mostram.

Câmera de segurança registrou o ataque homofóbico

Comentários


7 respostas para “VIDEO: Homossexual é agredido em Natal enquanto trabalha e agressor diz que ‘bateria de novo em viado porque tem que botar é mulher para trabalhar’”

  1. Leonardo Franco disse:

    Que absurdo, toda a minha solidariedade a vítima que só pelo fato de existir ja sofre pelo preconceito e agressões que não são físicas mas que machucam igual ou mais que esse soco! A luta pelas minorias precisa ser de todos assim como o racismo, não basta n ser homofóbico tem que ser anti homofóbico.

  2. Tereza disse:

    O crime cometido é gravíssimo e o agressor deveria ficar preso. É intolerável o que ocorreu.

  3. Paulo Eduardo Silva Martins disse:

    Isso é um absurdo, por falta de impunidade, vai continuar acontecendo esse tipo de covardia.

  4. Nabuco disse:

    Flagrante delito e o criminoso é liberado?
    Como assim?
    Ninguém vai saber da delegacia o porquê da liberação nitidamente ilegal?

  5. Roza Maria disse:

    “Agressor liberado”…infelizmente a impunidade que reina nesse país. Ele vai lá e faz… e faz…e faz de novo pq não tem punição. Isso é REVOLTANTE!

  6. Luiz Alex disse:

    O nome disso se chama FRUSTRAÇÃO. O cara tem medo se assumir, tem medo que gostar do que está vendo, tem medo de se descobrir e sua revolta é ter medo de assumir sua frustração – daí vem as agressão.
    Pode pegar qualquer um agressor ou qualquer homofóbico: Tem desvio de conduta por não conseguir se encaixar na sociedade como um homem não assumido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code