fbpx


Congresso quer tirar verba do TSE para turbinar fundo de R$ 5,7 bi

17 de dezembro de 2021

O Congresso deve abrir caminho nesta sexta-feira, 17, para aumentar o valor do Fundo Eleitoral, dinheiro público usado para financiar as campanhas de candidatos no ano que vem, e, para isso, pretende tirar recursos da própria Justiça Eleitoral, responsável por organizar a disputa nas 5.568 cidades do Brasil. O argumento dos parlamentares é de que o Poder Judiciário tem um orçamento superior a de outros órgãos e precisa dar sua “contribuição” na contenção de despesas.

A estratégia dos deputados e senadores é derrubar vetos do presidente Jair Bolsonaro à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), em sessão do Congresso marcada para esta sexta-feira, 17, e turbinar o Fundo Eleitoral na votação do Orçamento, na semana que vem.

O Centrão, base de apoio do governo no Legislativo, encabeça uma articulação para levar o valor a R$ 5,7 bilhões em 2022, mais do que o dobro do inicialmente previsto, de R$ 2,1 bilhões.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), defendeu na quinta-feira o uso do dinheiro público nas campanhas eleitorais.

Veja a matéria completa.

Estadão

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code