fbpx


Assembleia de Deus sinaliza para direita e esquerda em meio a disputa por voto evangélico em 2022

27 de dezembro de 2021

Na disputa pelo apoio de lideranças evangélicas na eleição do ano que vem, a esquerda enxerga um caminho em uma das mais relevantes alas da Assembleia de Deus: o Ministério de Madureira, comandado pelo bispo Manoel Ferreira, e que ainda hoje, publicamente, se diz alinhado ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

São dois os movimentos recentes de Ferreira que indicam a abertura de diálogo com a oposição ao Planalto: em setembro, o bispo esteve com o ex-presidente Lula no sítio do presidente da Assembleia Legislativa do Rio, André Ceciliano, hoje o mais influente petista no cenário fluminense.

Três meses depois do encontro que Ferreira jurou ser apenas de cortesia, um novo gesto. Há duas semanas, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB), pré-candidato ao governo do Rio, foi recebido por centenas de bispos e pastores em culto do Ministério de Madureira no Rio.

Freixo conseguiu ser recebido em Madureira graças a Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, advogado de Samuel Ferreira, filho do bispo Manoel.

Veja a matéria completa.

O GLOBO

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code