fbpx


‘Impossível conversar com presidente da Anvisa’, diz Bolsonaro

31 de dezembro de 2021

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na quinta-feira que é “impossível” conversar com o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres. Barra Torres foi indicado por Bolsonaro e já foi elogiado diversas vezes publicamente pelo presidente. No decorrer da pandemia da Covid-19, no entanto, o presidente da Anvisa passou a apresentar posições contrárias às de Bolsonaro, principalmente por defender de forma enfática a vacinação.

O atrito mais recente entre os dois envolve a decisão da agência, criticada por Bolsonaro, de autorização da imunização contra a Covid-19 de crianças entre 5 e 11 anos. Na semana passada, em entrevista ao GLOBO, Barra Torres afirmou que declarações “muito infelizes” do presidente estimularam ameaças contra servidores da Anvisa.

— Não vou falar mais de Anvisa aqui porque fechou o diálogo. Fechou o diálogo. É impossível conversar mais ali com o presidente da Anvisa. Ele tem a opinião dele, tem mandato, e continua lá. Boa sorte para ele, tomara que ele acerte. Mas, quando se fala em vacinar crianças, isso é uma coisa que mexe conosco — disse Bolsonaro, em transmissão ao vivo em redes sociais.

Na transmissão, o presidente voltou a dizer que não irá vacinar sua filha mais nova, Laura, que tem 11 anos.

— Não vou vacinar a minha filha, decisão minha. Conversei com minha esposa, ela está alinhada comigo. A minha esposa se vacinou. Ela quis se vacinar, foi se vacinar. A nossa filha nós entendemos que ela não tem quase nada a ganhar com a vacina.

O GLOBO

Comentários 0


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code