fbpx


Sesap emite recomendações sobre influenza para trabalhadores de bares e restaurantes

10 de janeiro de 2022

A subcoordenação de Vigilância em Saúde do Trabalhador- CEREST/RN da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), emitiu uma nota técnica com recomendações aos trabalhadores de bares e restaurantes, bem como aos empregadores desses estabelecimentos, visando informar e orientar sobre as responsabilidades trabalhistas e minimizar o número de casos de influenza no estado.

No documento são enumeradas 17 medidas de caráter preventivo, a serem adotadas por clientes e funcionários, dentro dos bares e restaurantes. Entre as principais medidas estão: o incentivo ao uso da máscara pelos clientes durante a permanência dentro do estabelecimento, quando não estiver na mesa de refeição; uso de máscaras pelos funcionários durante todo o horário de trabalho, inclusive durante o preparo de alimentos; o empregador deve fornecer Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados para os funcionários; dar preferência ao uso de máscaras descartáveis por todos os profissionais em serviço, especialmente àqueles que trabalham com atendimento direto ao cliente, além de estimular/monitorar a completude do esquema vacinal para COVID-19, bem como a vacinação para influenza, de todos os funcionários.

A nota recomenda ainda uma rotina de limpeza e desinfecção de superfície, equipamentos e utensílios. Os detergentes e desinfetantes utilizados devem ser adequados para a sua finalidade (leia o rótulo) e devem estar regularizados pela Anvisa.

É fundamental que a empresa adote estratégias que permitam a identificação imediata de casos suspeitos e o afastamento do ambiente de trabalho de forma a diminuir a transmissão pessoa a pessoa e garantir o pleno funcionamento do estabelecimento. Recomenda-se que a empresa estabeleça procedimentos específicos de avaliação do estado de saúde dos trabalhadores, de forma a identificar de maneira proativa possíveis suspeitas ou contaminação com o vírus da Influenza.

A Influenza é uma doença infecciosa, transmitida através do vírus influenza que afeta o sistema respiratório ocasionando febre, dor de garganta, tosse, dor no corpo e mal estar. A transmissão ocorre através das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao falar, espirrar ou tossir. Também pode ocorrer por meio das mãos, que após contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem carrear o agente infeccioso diretamente para a boca, nariz e olhos.

Comentários 0


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code