fbpx


Bolsonaro nega ter acusado Anvisa de corrupção, mas volta a atacar órgão

11 de janeiro de 2022

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (10) que não acusou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de corrupção “em nenhum momento”, mas voltou a levantar suspeitas sobre a atuação do órgão nos processos relacionados à vacinação de crianças contra a Covid-19.

O presidente deu a declaração durante entrevista à Jovem Pan, dois dias depois de o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, divulgar uma nota em que cobrou uma retratação de Bolsonaro por ataques à agência (veja mais abaixo).

“Me surpreendi com a carta dele. Carta agressiva. Não tinha motivo para aquilo. Eu falei: ‘o que está por trás do que a Anvisa vem fazendo?’. Ninguém acusou ninguém de corrupto […] O que que está por trás? Quais segundas intenções, quais outras intenções da Anvisa? Não houve da minha parte nenhuma acusação, a palavra corrupção não saiu nenhum momento. E ele [Barra Torres] resolveu fazer uma nota bastante agressiva”, disse Bolsonaro.

“Eu não quero dizer aqui, acusar a Anvisa de absolutamente nada, agora que tem uma coisa acontecendo, isso não há a menor dúvida que vem acontecendo. Pode ver, pelo que estou sabendo agora, não é segredo pra ninguém, Anvisa vai deliberar sobre a CoronaVac para crianças a partir de 3 anos de idade, eu não sei o que acontecerá no final, mas Anvisa vai tomar sua posição. E, de uma forma ou de outra, vai sofrer críticas também”, disse Bolsonaro.

g1

Comentários 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code