fbpx


De R$ 197 a R$ 24,6 milhões: veja o patrimônio declarado ao TSE dos candidatos à Presidência até agora

8 de agosto de 2022

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começou a divulgar neste domingo (7) os bens declarados pelos candidatos à Presidência da República que já registraram sua candidatura. Os valores dos patrimônios informados até esta segunda-feira (8) vão de R$ 197 a R$ 24,6 milhões.

O patrimônio mais alto até agora é o do candidato do Novo, Felipe D’Avila. O mais baixo é o do presidenciável da Unidade Popular (UP), Léo Péricles.

Até a última atualização desta reportagem, sete candidaturas à Presidência da República haviam sido registradas no TSE. O prazo termina em 15 de agosto.

Veja abaixo qual foi o patrimônio informado por cada candidato:

Felipe D’Avilla (Novo)

O candidato do Novo à Presidência da República, o cientista político e empresário Felipe D’Avila, informou à Justiça Eleitoral ter R$ 24,6 milhões em bens. O patrimônio inclui uma casa de R$ 2,3 milhões e participações em investimentos nos valores de R$ 7 milhões e R$ 10,3 milhões.

Já o candidato a vice pelo Novo, o administrador Tiago Mitraud, informou contabilizar R$ 1,9 milhão em bens. O valor inclui uma aplicação em renda fixa de R$ 1 milhão e uma apartamento de R$ 117,4 mil.

Léo Péricles (UP)

O candidato da Unidade Popular, Léo Péricles, declarou ter R$ 197,31 em um investimento na caderneta de poupança. A candidata a vice do partido, a servidora pública Samara Martins, informou que tem R$ 3.364,55 em bens. Péricles e Martins formam a única chapa integralmente constituída por pessoas pretas nas eleições de 2022.

Lula (PT)

O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, informou ao TSE ter R$ 7,4 milhões em bens, incluindo um apartamento de R$ 94.571,25 e R$ 5,5 milhões em previdência privada na modalidade VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre).

Já o candidato a vice na chapa, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ 1 milhão. Seu bem de maior valor é um apartamento de R$ 323.806,02.

Pablo Marçal (Pros)

Nome que teve a candidatura registrada no TSE pelo Pros, o coach e influenciador digital Pablo Marçal declarou ter R$ 16,9 milhões milhões em bens. Do total, cerca de R$ 13 milhões provêm de participações societárias.

A candidata à vice-presidência pela chapa, a policial militar Fátima Pérola Neggra (Pros), não cadastrou bens no TSE.

Apesar de o nome de Marçal ter sido registrado no TSE, a nova direção do Pros definiu por retirá-lo da disputa eleitoral. A retirada da candidatura própria ocorreu de forma unânime em votação feita com 29 integrantes da cúpula do partido presentes em reunião, segundo ata registrada pelo partido no TSE. O partido deverá declarar apoio a Lula já no primeiro turno.

Simone Tebet (MDB)

A candidata do MDB, a senadora Simone Tebet, informou à Justiça Eleitoral ter R$ 2,3 milhões em bens. A maior parte do patrimônio provém de imóveis, incluindo cinco apartamentos de R$ 200 mil e dois terrenos de R$ 200 mil.

A vice na chapa, a também senadora Mara Gabrilli (PSDB), declarou ter patrimônio de R$ 12,8 milhões em bens. O valor inclui R$ 5,1 em aplicações em investimentos, R$ 2,3 milhões em previdência privada na modalidade VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) e um apartamento de R$ 950 mil.

Sofia Manzano (PCB)

A candidata do PCB à presidência, a economista e professora Sofia Manzano, informou à Justiça Eleitoral ter R$ 480 mil em bens. O patrimônio inclui um apartamento de R$ 200 mil e uma casa de R$ 294 mil.

O candidato a vice na chapa, o jornalista Antônio Alves (PCB), declarou ao TSE ter R$ 13,3 mil em bens, sendo R$ 12 mil relativo a um veículo automotor.

Vera Lúcia (PSTU)

A candidata do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), a socióloga Vera Lúcia, informou à Justiça Eleitoral ter um único bem registrado em seu nome: uma conta poupança com R$ 8.805 depositados.

Já a ativista indígena Raquel Tremembé (PSTU), vice na chapa, declarou não possuir bens.

g1

Comentários 0


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code