fbpx


Plano de fuga de Alcaçuz foi intermediado por advogados

18 de agosto de 2022

Dois advogados ligados ao crime participaram da intermediação de um plano de fuga na Penitenciária Rogério Coutinho Madruga, que faz parte do Complexo de Alcaçuz. A informação é conforme apurou e divulgou a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), nessa quarta (17). Seis detentos vão responder a uma sindicância e poderão ter as penas aumentadas.

Os advogados foram presos na Operação Carteiras, do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

“Detectamos que havia uma comunicação de advogados com várias lideranças. Todo preso que o advogado falava, ele cometia uma falta disciplinar, então ele teria que ser transferido para aquela determinada cela, que era a do isolamento. Percebemos que havia algo anormal: presos que não davam problemas começaram a cometer faltas e irem para as celas. E ainda relacionamentos com advogados que foram presos na operação do Ministério Público”, disse Pedro Florêncio, secretário da Seap.

Nas palavras de Pedro Florêncio, o plano era “engenhoso”. A situação funcionava da seguinte forma: os presos cometiam faltas disciplinares de forma intencional para serem enviados à uma cela específica, a do isolamento. As faltas poderiam ser ofensas à policiais penais, desobediências a procedimentos, xingamentos e materiais inapropriados. Uma vez na cela, começava-se o trabalho, com serragens das grades e ocultação do material no lixo fora da cela. Era de lá que eles fugiriam, utilizando-se de “teresas”, cordas formadas por lençóis torcidos.

“Eles iriam romper a cela serrando a grade, lançando a teresa e teria o apoio já do outro lado porque já havia comunicação dos advogados de como se daria a fuga e o resgate. Teria um ou mais carros esperando eles lá fora. Naquele momento tinham seis presos, e nessa cela, dois fugitivos de Alcaçuz do ano passados, recuperados, estavam lá. E um dos que estavam coordenando essa fuga era um que falou com a advogada presa recentemente”, cita.

Conforme informado os seis homens presos que participavam da operação de violação da cela não necessariamente eram os que iriam fugir.

96 FM Natal

Comentários 0


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code