fbpx


Mulher é estrangulada, morta e enterrada nua em terreno no interior do RN; vizinho é preso

2 de setembro de 2022

Uma mulher foi estrangulada, morta e enterrada nua, enrolada apenas por um lençol, em um terreno baldio perto de sua casa no município de Canguaretama, no Litoral Sul potiguar.

Também há suspeita de que a vítima tenha sido estuprada, mas a confirmação ainda depende de exames, segundo a Polícia Civil.

A cova rasa onde o corpo estava escondido foi descoberta na noite desta quinta-feira (1), no Conjunto Ecopark. Um vizinho da vítima foi preso pela Polícia Civil como principal suspeito, confessou o crime e levou os investigadores até o local em que havia enterrado a mulher.

A vítima foi identificada como Jéssica Maria Rodrigues da Silva, de 25 anos. Ela não tinha contato com a família ou com o namorado, que mora em Natal, desde a última terça-feira (30) – dia em que a polícia acredita que o crime aconteceu.

Segundo o delegado José Carlos, da delegacia do município, o homem de 20 anos confessou que teria matado Jéssica para roubar objetos da casa da vítima.

Além do laudo cadavérico, o delegado solicitou ao Instituto Técnico e Científico de Perícia (Itep), a realização de exames de conjunção carnal para saber se a vítima foi estuprada.

O crime
Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu na noite de terça-feira (30) e o suspeito, que era vizinho de Jéssica, confessou que entrou na casa da mulher para roubar objetos. No entanto se deparou com a vítima e entrou em luta corporal com ela. Arranhões foram encontrados no pescoço dele.

O homem disse à polícia matou a mulher estrangulada e deixou o corpo dela dentro da casa. No entanto, ele afirmou que acordou na madrugada de quinta-feira (1), com o barulho de uma explosão a um banco, que aconteceu na cidade, e decidiu enterrar a mulher.

Ele levou o corpo da mulher em um carrinho de mão, até um terreno distante cerca de três quadras da casa dela, onde fez a cova.

Investigação
Familiares de Jéssica procuraram a Polícia Civil na tarde de quinta-feira (1) para relatar o desaparecimento da mulher e a delegacia do município começou uma investigação.

Após descartar envolvimento do ex-marido, que mantinha uma boa relação com a família, e do atual namorado da mulher, que mora em Natal, os investigadores passaram a procurar vizinhos de Jéssica.

Ao conversar com o vizinho de 20 anos, os policiais encontraram contradições, principalmente sobre objetos da vítima que foram encontrados com ele. Aos policiais, o homem disse que trabalhava no mesmo posto de combustíveis onde Jéssica era empregada, mas a informação foi negada pelo estabelecimento.

g1 RN

Comentários 0


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code