fbpx


Justiça concede liberdade a policial reformado e candidato a deputado Wendel Lagartixa

15 de setembro de 2022

O policial militar reformado Wendel Fagner Cortez, o Wendel Lagartixa (PL), teve sua prisão temporária revogada no fim da manhã desta quinta-feira (15). Além dele, também teve a revogação da prisão o sargento da PM Francisco Rogério da Cruz. Ambos foram denunciados por participação em triplo homicídio que ocorreu no mês de abril, na Redinha. A ordem de prisão contra o ex-policial João Maria de Costa Peixoto, o João Grandão, também foi anulada.

De acordo com o advogado João Antônio Dias, que representa Wendel Lagartixa, a decisão para a soltura do candidato a deputado ocorreu porque o juiz acatou a tese de que, neste momento, não havia requisitos suficientes para justificar a prisão de Lagartixa e de Francisco Rogério.

“O juiz entendeu que não há necessidade de mantê-lo preso no curso do processo, não havia requisitos suficientes”, disse.

Na decisão, o juiz José Armando Dias indeferiu o pedido do MP para fazer da prisão temporária uma prisão preventiva. “Indefiro, pois, o pedido de prisão preventiva manejado pelo MP em desfavor dos acusados e, estando já encerrada a investigação policial, hei por bem revogar a ordem de prisão temporária anteriormente expedida em desfavor dos entes indiciados Wendel Fagner Cortez de Almeida, Francisco Rogério da Cruz (sargento do PM da ativa) e João Maria de Costa Peixoto”, disse o juiz.

Tribuna do Norte

Comentários 0


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code