fbpx


Primeiras ações na obra da av. Felizardo Moura causam impacto mínimo no trânsito, diz STTU

19 de setembro de 2022

Com o início da retirada do canteiro central da avenida Felizardo Moura, os serviços de requalificação da via alcançaram uma nova etapa nesta segunda-feira (19). Uma retroescavadeira trabalha no local desde as primeiras horas da manhã, fazendo a retirada do material. Conforme anunciado pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), não houve a necessidade de interdição total da pista. Nos horários de pico, os dois sentidos da avenida estarão liberados.

Os operários vão trabalhar entre às 9h e 16h, podendo acontecer interdições parciais, com uma via funcionando em mão dupla. A mudança no planejamento do trânsito não provocará alterações no cronograma de entrega da obra. Agentes de mobilidade estão na região, realizando o trabalho de orientação do fluxo de tráfego. O projeto prevê um investimento de R$ 43 milhões, sendo realizado conjuntamente pela Prefeitura de Natal e pelo governo federal.

“Chegamos agora aos serviços na pista com a quebra do canteiro. É mais um passo do projeto que vai modernizar e trazer mais conforto e segurança para quem utiliza a Felizardo Moura. Nosso intuito maior é minimizar o impacto gerado com as obras”, destaca o secretário-adjunto de trânsito da STTU, Walter Pedro.

Segundo o secretário-adjunto, as primeiras observações feitas na manhã desta segunda-feira não apontaram congestionamentos no horário de pico matinal. “O fluxo foi satisfatório. É importante ressaltar que estamos fazendo intervenções na via e isso pode gerar algum tipo de transtorno para quem precisa passar pela avenida. Pedimos que as vias alternativas sejam utilizadas”, reforça ele.

São recomendados alguns desvios, mesmo sem a interdição total da avenida Felizardo Moura. Entre eles, o desvio pelo acesso sul do aeroporto de São Gonçalo do Amarante em direção à Zona Sul de Natal e parte sul da região metropolitana. Outro desvio importante é pela avenida Moema Tinoco em direção à Ponte Newton Navarro. Na avenida Tomaz Landim, haverá mais um desvio pela avenida Doutor João Medeiros Filho em direção à Zona Sul de Natal. Outros caminhos levam em direção à Ponte Newton Navarro, como o Canto do Mangue, a rua Miramar e a avenida Presidente Café Filho.

A obra vai resultar em novas estruturas em drenagem, pavimentação, calçada, ciclovia e a implantação de faixa reversível, garantindo mais fluidez no trânsito e resultando em um aumento de 30% da capacidade da via. Todas essas intervenções acarretarão em mais conforto e segurança para pedestres e ciclistas, beneficiando cerca de 750 mil pessoas na região e conferindo mais velocidade a um tráfego de cerca de 75 mil veículos por dia.

Comentários 0


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code