300 mortos em 30 dias no RN

O secretário-adjunto de Saúde do Rio Grande do Norte, Petrônio Spinelli, acaba de anunciar em coletiva que as projeções para o RN são de 300 mortes por covid-19 nos próximos 30 dias.

Ele disse que o número está estimado a partir da evolução da doença no Estado, e fez um apelo: “Quem mais pode fazer para diminuir o drama da epidemia é quem está casa, são as medidas de contenção social”.

Operação do MPRN combate aumento abusivo no preço e estocagem de máscaras descartáveis; reajuste chega a quase 15 mil por cento

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), com o apoio do CyberGaeco do Ministério Público de São Paulo e da Polícia Civil de São Paulo, deflagrou nesta quinta-feira (2) a operação Ganância. O objetivo é combater a prática de aumento abusivo no preço de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados por profissionais de saúde no combate à Covid-19. O reajuste no valor de uma máscara descartável chega a 14.733,33%. A operação cumpre quatro mandados de busca e apreensão nas cidades potiguares de Natal, Parelhas e Ouro Branco, e ainda no Estado de São Paulo, na cidade de São Caetano do Sul. A Polícia Civil paulista, através da 2ª Delegacia de Investigações sobre Infrações contra o Consumidor do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), auxiliou no cumprimento das ordens judiciais. Mais informações em instantes.

Blog do Dina apoia: Plataforma virtual reúne esforços contra o coronavírus e oferece teleatendimento gratuito no RN

Graças a um esforço conjunto entre empresas, profissionais liberais, instituições governamentais e quem mais se propôs a ajudar, está no ar uma plataforma que tem como objetivo principal unir esforços para enfrentar a pandemia do novo coronavírus e seus impactos sociais e econômicos em nosso estado.

O “RN contra o corona” nasce com o propósito ser um ponto de convergência de ações e, especialmente, voluntariado, para instituições e pessoas que estejam passando por dificuldades receberem o suporte de que necessitam. O Blog do Dina é um dos parceiros que atuam na rede de colaboração.

No site https://rncontraocorona.com.br/ as pessoas podem se cadastrar como voluntárias, assim como instituições identificarem suas necessidades e empresas informarem o que podem oferecer, sejam produtos ou serviços. “O nosso grande desafio é achatar a curva da ocorrência dos casos no Rio Grande do Norte. E, em paralelo, desenvolver e estimular ações que mantenham ativa a nossa economia, com a segurança que as pessoas necessitam neste momento tão delicado”, aponta Erich Rodrigues, diretor da Interjato e um dos coordenadores do projeto.

Um dos serviços oferecidos é o atendimento de saúde remoto. Caso a pessoa esteja sentindo algum sintoma da Covid-19, pode entrar em contato por meio de uma plataforma de teleatendimento médico. Especialistas, também voluntários, prestam orientações online, o que pode ajudar a reduzir a necessidade de atendimento presencial, deixando as unidades de saúde disponíveis para os que realmente precisam ir até lá.

Calamidade decretada por Álvaro Dias e aprovada pela Câmara de Vereadores não tem validade; competência é da Assembleia Legislativa

A Câmara Municipal de Natal aprovou decreto nesta terca-feira para autorizar estado de calamidade publica na capital.

O principal impacto é autorizar o prefeito Álvaro Dias a despender o que for necessário no enfrentamento à pandemia de covid-19, sem se preocupar com critérios fiscais.

Mas o decreto e todas as ações da prefeitura dele decorrentes não têm validade.

Senão vejamos o que vai no artigo 65 da Lei de Responsabilidade Fiscal:

Artigo 65, incisos I e II, da Lei Complementar 101, de 04 de maio de 2000, que diz:

Art. 65. Na ocorrência de calamidade pública reconhecida pelo Congresso Nacional, no caso da União, ou pelas Assembleias Legislativas, na hipótese dos Estados e dos Municípios, enquanto perdurar a situação.

O texto normativo é claro: a competência para reconhecer calamidade nos municípios é da Assembleia Legislativa, e não das Câmaras Municipais.

“O cenário que estamos vivendo é novo. Talvez tenha havido confusão pela equiparação habitual, mas o fato é: o controle da matéria é privativo da União, para o Congresso Nacional, e para as assembleias, para estados e municípios”, explicou ao Blog do Dina o constitucionalista Erick Pereira.

Contatamos a Procuradoria Geral do Município para repercutir a matéria, mas ainda não obtivemos retorno.

Hospital João Machado tem 20 leitos de UTI abandonados, denuncia prefeito de Natal

Na entrevista que concedeu ao Jornal das 6, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, afirmou que o Hospital João Machado tem 20 leitos de UTI sem utilização.

Perguntei a ele então se ele tinha certeza do que estava falando.

“Sim. A informação me foi passada pelo médico João Maria Lima. Há 20 leitos no Hospital João Machado, de UTI, que foram negligenciados”, disse ele.

O mandatário ainda sugeriu que a governadora Fátima Bezerra também desenvolva esforços para montar hospital de campanha.

Prefeito de Natal anuncia cesta básica para alunos da rede municipal de Natal

Para compensar o fato de alunos não terem acesso à merenda escolar, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, anunciou agora em entrevista no Jornal das 6 que a prefeitura vai distribuir cestas básicas para alunos da rede municipal.

Perguntei mais a ele sobre o assunto sobre tempo e frequência. Ele disse que será uma cesta básica a cada mês ou quinzena, de acordo com o perfil de cada família

Segundo ele, dependerá da Câmara Municipal de Natal autorizar o uso dos recursos da merenda para esse fim.

Primeira-dama de São Gonçalo do Amarante testa positivo para coronavírus; prefeito aguarda resultado

Atualização: auxilares do prefeito Paulo Emídio entraram em contato para explicar que houve ruído na comunicação e que o teste do mandatário só terá resultado na segunda.

Terezinha Maia, primeira-dama de São Gonçalo do Amarante testou positivo para coronavírus.

É o segundo caso no entorno do prefeito Paulo Emídio, que aguarda resultado.

No sábado, o secretário de Saúde, Jalmir Simões foi apanhado pela covid-19.

Tanto Terezinha quanto Jalmi evoluem bem.

Professor da Uern é o primeiro óbito por covid-19 no RN

A Secretaria de Estado da Saúde Pública e a Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró acabam de confirmar, na noite deste sábado (28/03), o primeiro óbito pelo novo coronavírus no Rio Grande do Norte.

A vítima é um homem de 61 anos, com histórico de diabetes, e que teve contato com caso suspeito. Trata-se do professor de química Luiz Di Souza, da Uern.

O paciente deu entrada em hospital privado na cidade de Mossoró no dia 21 de março, na última sexta-feira (27) teve a confirmação que estava com a Covid-19, indo a óbito na noite deste sábado.

O Governo do RN e a Prefeitura de Mossoró se solidarizam com a família e desejam força para superar esse difícil momento.

A morte de um potiguar por Covid-19 reforça o que tem sido recomendado diariamente: a população que pode, deve ficar em casa, e todos devem seguir as orientações das autoridades sanitárias. Esse período exige de cada um de nós consciência e responsabilidade.

Tempos ainda mais difíceis: coronavírus atinge municípios do RN onde pobreza e precariedade predominam

Monte Alegre, na região Metropolitana de Natal e Passa e Fica, no Agreste, entraram para as notificações oficiais da Secretaria Estadual de Saúde como municípios onde há casos confirmados de covid-19.

Com quarentena decretada, as cidades terão de enfrentar um dilema mais amplo, mas que chegou primeiro para elas: como será a sobrevivência?

Segundo o IBGE, 53,17% da população de Monte Alegre se enquadram na pobreza. Em Passa e Fica, o percentual é de 56,84%. Juntas, as cidades têm quase 30 mil pessoas.

Em ambas as cidades, pouco mais que 50% das pessoas vivem com meio salário mínimo. E emprego? Em Passa e Fica, 8,1% da população estavam ocupados segundo o último Censo do IBGE. Em Monte Alegre, 7,9%.

Saúde

Um paciente que precise de ventilação mecânica vai ter dificuldades nas duas cidades. Monte Alegre tem capacidade 16 leitos para internação. Todos na categoria ambulatorial, ou seja, sem capacidade para alta ou média complexidade.

A situação não é diferente de Passa e Fica, onde 25 leitos listados no IBGE atendem apenas a internações que não demandem muitos recursos.

Em tempos em que a classe média do Brasil recebe mensagens massivas sobre a importância de lavar bem as mãos, Passa e Fica e Monte Alegre apresentam um contraponto: as condições sanitárias precárias.

Os dados do IBGE dão conta de que pouco mais de 23,3% dos domicílios de Monte Alegre tem esgotamento sanitário adequado. A situação é um pouco melhor em Passa e Fica, onde o percentual é de 58,1%.

Mortes por coronavírus sobem e chegam a 92 no Brasil

O Ministério da Saúde divulgou o mais recente balanço dos casos da Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2. Os principais números são:

  • 92 mortes
  • 3.417 casos confirmados

No balanço anterior, que marcou o primeiro mês da circulação do novo coronavírus Sars-Cov-2 no Brasil, os números apontavam 77 mortes e 2.915 casos confirmados. Em relação às mortes, o aumento foi de 19%, e de 17% em relação aos casos do dia anterior.

Bem Estar

Turismo no RN definha com pandemia de covid-19 e pede socorro ao governo do RN e federal

A principal atividade econômica do Rio Grande do Norte definha.

O setor do turismo pede ajuda.

Já houve cancelamento de 90% de reservas de hospedagens apenas no mês de março, e uma queda de 75% e 95% de voos nacionais e internacionais.

Do governo federal, esperam financiamentos e flexibilização de regras trabalhistas.

Do RN, esperam mais tolerância com a cobrança de impostos como ICSM.

Urge que as demandas sejam atendidas.

Fátima anuncia hospital de campanha na Arena das Dunas e descarta Papi

A governadora Fátima Bezerra anunciou durante coletiva de imprensa que vão avançadas as tratativas para montar hospital de campanha na Arena das Dunas.

A OAS já disponibilizou o equipamento.

Ela também afirmou que como os proprietários do Papi alegaram dificuldades para colocar o equipamento em funcionamento.

Ela também agradeceu o esforço do prefeito de Natal, Álvaro Dias, em montar hospital de campanha no Hotel Parque da Costeira.

Sobe para 28 o número de casos confirmados de covid-19 no RN

Subiu de 19 para 28 o número de casos de covid-19 no RN.

O número não retrata o momento presente, no entanto, já que os resultados apresentados são de amostras colhidas a partir de segunda-feira (23)

Coronavírus: Governo Bolsonaro contrata, corretamente, sem licitação R$ 5 milhões em publicidade, mas só campanha do Governo Fátima é que vira escândalo

Não faz muito tempo.

Está logo ali nessa semana o escandaloso caso da contratação de agência de publicidade pelo governo Fátima para uma campanha ampla para conscientizar sobre o coronavírus.

Repito agora o que disse antes: a campanha estava certa. A contratação, idem.

Situação de emergência permite e exige esse tipo de coisa.

Mas virou escândalo na boca de quem tem duplo padrão.

Agora vejamos também esse caso.

O governo Jair Bolsonaro está pagando quase R$ 5 milhões para campanha publicitária ‘o Brasil não Pode Parar.

Feita sem licitação. A campanha é focada na produção de conteúdo apenas para as redes sociais. No RN, a campanha seria para todos os meios de comunicação.

Está igualmente correto porque há situação de calamidade pública que exige a contratação.

Mas não virou escândalo na boca de quem atacou a campanha do governo do RN.

E o conteúdo, Dinarte?

Bem, esse é lamentável. O governo federal está pedindo que se abandone a quarentena antes do tempo, basicamente, em nome das pessoas jurídicas.

O preço, para pessoas físicas e jurídicas, virá.

Coronavírus: casos suspeitos passam de 270 para 817 no RN em um dia

Cresceu de 270 para 817 o número de casos suspeitos de covid-19 no RN.

Os casos confirmados permanecem com 14. As informações são da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap)

Hoje, no entanto, estão previstos os resultados de 90 exames, o que deverá alterar os resultados.

Na análise da Sesap, o número de notificações elevada deve-se ao vírus circulando com mais abrangência.

Os 27 governadores do Brasil convocaram reunião após falas do presidente

Governadores do Brasil decidiram se reunir em videoconferência na tarde desta quarta-feira (25).

Eles vão discutir ações conjuntas após o presidente da República encorajar brasileiros a fazer tudo que não deve ser feito neste momento

Presidente nega ciência e o que o mundo inteiro faz e diz que determinará que quarentena no Brasil seja só para idosos

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta 4ª feira (25.mar.2020) que o Brasil terá quarentena só para idosos com comorbidade. Ele disse vai pedir ao ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) que seja feito 1 “isolamento vertical” dos grupos de risco para o novo coronavírus (covid-19).

“Pô, cara [jornalista], você quer que eu faça o que? Que eu tenha o poder de pegar o idoso? É a família dele que tem que cuidar dele em 1º lugar. O povo tem que parar de deixar nas costas do poder público. Aqui não é uma ditadura, aqui é uma democracia”, disse.

A maior parte dos países do mundo, no entanto, considera como necessário e adota atualmente 1 modelo de isolamento “horizontal”, isto é, uma medida que vale para todos. Ao defender o isolamento vertical, o presidente reforçou o que disse no pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV na última 3ª feira (24).

O presidente foi criticado por diversas autoridades depois de defender a diminuição das restrições para combater a covid-19. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), cobrou “responsabilidade” e “seriedade” de Bolsonaro, que foi questionado nesta 4ª sobre o caso.

“Se eu falo 1 A contra eles é uma crise institucional. Vou ligar para o Davi hoje, se bem que ele está confinado”, respondeu.

Bolsonaro deu as declarações na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. Havia 1 grupo de apoiadores que o aguardavam no local.

[VÍDEO] Aeroporto de Natal tem tumulto e protestos de estrangeiros em manhã de cancelamento de voo

Em meio à pandemia de covid-19, o aeroporto de Natal registra nesta terça-feira (24) tumulto de passageiros, conforme os dois vídeos abaixo.

As imagens dão conta de impaciência e gritos de protestos. É possível ver passageiros na fila com máscaras e que a distância de segurança entre as pessoas, para evitar eventual contaminação, não é respeitada.

O Blog do Dina contou em primeira mão que as autoridades encarregadas de cuidar da barreira epidemiológica do aeroporto, para evitar o avanço da covid-19, pouco ou nada fizeram.

De acordo com o site do aeroporto de Natal, um voo da Gol foi cancelado. A companhia não tem contato telefônico para plantão disponível para a imprensa.

Já a assessoria de imprensa do aeroporto foi procurada e o blog aguarda retorno.

Neste vídeo, há uma parte do protesto:

Já neste outro vídeo, estrangeiros protestam em guichê da Latam

O malandro está nu

O brasileiro é uma das criaturas mais malandras do mundo.

Mas sua malandragem foi apanhada na nudez.

Senão vejamos o que diz a pesquisa Datafolha colocada na praça sobre o coronavírus.

A imprensa é, segundo os entrevistados, o meio mais confiável para se informar sobre o coronavírus, nessa ordem: TV (61%), jornais impressos (56%), programas jornalísticos de rádio (50%) e sites de notícia (38%).

Apenas 12% dizem confiar nas informações que recebem por WhatsApp e Facebook.

Durante o segundo turno da eleição presidencial de 2018, 61% dos eleitores de Bolsonaro e 38% dos de Haddad afirmaram ao mesmo Datafolha preferir se informarem pelo WhatsApp.

O que mudou? Nada.

O brasileiro sempre soube que o WhatsApp só presta para a patifaria. Quando a coisa é séria, ele sabe muito bem aonde ir para se informar.

Com coronavírus, deputado General Girão vai para UTI com quadro estável

O deputado federal General Girão está na UTI do Hospital Santa Lúcia em Brasília desde a noite de domingo (22).

O quadro é estável e ele respira espontaneamente, segundo boletim do hospital.

Girão está com covid-19.

Bolsonaro divulga socorro para Estados e municípios de quase R$ 90 bilhões

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira, 23, em sua conta no Twitter, um amplo pacote de ajuda a Estados e municípios, com acesso a novos empréstimos, suspensão de dívidas e transferências adicionais de recursos. Segundo o presidente, o plano envolve R$ 85,8 bilhões em recursos – embora a soma das ações destacadas na rede social resulte num valor de R$ 88,2 bilhões.

Bolsonaro está reunido neste momento com governadores do Nordeste, por teleconferência. Segundo ele, serão editadas duas Medidas Provisórias, com vigência imediata, para garantir repasses imediatos aos fundos de saúde estaduais e municipais. Serão R$ 8 bilhões ao longo de quatro meses. O presidente afirma que o valor é o dobro dos R$ 4 bilhões solicitados originalmente pelos governos regionais.

O governo federal também vai proporcionar um “seguro” contra a queda na arrecadação de Estados e municípios durante a crise. Serão R$ 16 bilhões ao longo de quatro meses para recompor os repasses aos Fundos de Participação de Estados (FPE) e Municípios (FPM).

O valor está aquém do solicitado pelos governos regionais. Só os Estados pediam um repasse mensal de R$ 14 bilhões, mas esse montante já havia sido descartado pelo secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, na semana passada.

O presidente ainda citou em seu perfil no Twitter que o governo promoverá “operações com facilitação de créditos”, num total de R$ 40 bilhões. Ele não deixou claro, porém, como se darão esses novos financiamentos.

Maioria das 339 notificações de covid-19 no RN é de adultos entre 20 e 39 anos

A maioria dos casos suspeitos de covid-19 no RN é de adultos entre 20 e 39 anos, conforme o gráfico acima. São 188 casos.

Dos 339 casos notificados no RN, 44 casos já foram descartados e os 280 casos suspeitos ainda aguardam resultados dos exames laboratoriais.

Até agora, 13 casos foram confirmados, sendo seis na faixa dentre 30 e 39 anos.

Expliquem-nos por que o socorro financeiro prioritário é a empresas e não a indivíduos

Nicolas Nassim Taleb é o nome dele.

O homem que desenvolveu a tese do antifrágil, segundo a qual as coisas têm o potencial de se melhorarem diante de uma grande adversidade, lançou uma provocação que faz todo o sentido. Antes de prosseguir, parêntese para a MP.

O governo Jair Bolsonaro lançou uma Medida Provisória que permite suspender contratos entre empresas e trabalhadores por quatro meses.

Não vamos discutir a necessidade disso porque, bem, é, de fato necessário. Mas a MP foca em pessoas jurídicas. E as físicas?

Então recorro a Taleb, que tuitou: “Explique-me por que deveríamos gastar dinheiro dos contribuintes para resgatar empresas (companhias aéreas) que gastaram seu dinheiro comprando suas próprias ações para que o CEO obtivesse a opção, em vez de ter um amortecedor de crises. Devemos resgatar indivíduos com base nas necessidades, não nas corporações”

Trazendo para o Brasil: Por que deveríamos salvar empresas que não fizeram seguro? Que investiram tudo que tinham em si mesmas?

Deixa que quebrem.

O dinheiro deve socorrer as pequenas e médias empresas. Antes delas, devem socorrer indivíduos. Em meio à crise, serão os socorridos que criaram novos serviços mais fortalecidos contra ocasiões como as de agora.

Não dá para engolir que a prioridade seja salvar quem se comporta como peru: se passa o ano comendo o mesmo milho, agora chegou a hora de ser servido na ceia de Natal.

[VÍDEO] Alvo de ataques frequentes, UFRN é citada pelo ministro da Saúde como ‘arma nacional’ contra o coronavírus

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte foi citada pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, dentro da estrutura nacional apta a enfrentar a pandemia de covid-19.

“Vamos brigar. Temos central de produção. Temos São Paulo. Temos a USP, a [universidade] Federal do Rio, a Federal do Rio Grande do Norte. Temos a Embrapa. Não somos pequenos”, disse Mandetta.

A despeito dos ataques, é a UFRN, é o conhecimento produzido nas universidades, que vai nos socorrer.

E as universidades responderão atendendo ao pedido e sem olhar para o presente de agressões, sem fugir de suas missões.

UFRN, Uern e UnP deverão antecipar formatura dos alunos de medicina para atuarem no combate ao coronavírus

A UFRN e a Uern deverão antecipar a formatura dos alunos de medicina que estão no sexto ano.

O plano é, em verdade, nacional.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou há pouco que vai antecipar a formatura dos alunos. A medida será aplicada de início a universidades federais.

Como estados seguem as diretrizes do ministério da Saúde e da Educação, deverão tomar medidas semelhantes.

Faculdades privadas também podem ser atingidas pela medida, como a UnP.

“Nós vamos antecipar os meninos do sexto ano que falta um mês para se formar. Vamos acelerar. Esses meninos são jovens.  Eles não tem experiência, mas eles podem fazer uma parte do atendimento. Eles tem 7.300 horas de capacitação. Faça uma imersão para eles. Não para o CTI, não para pilotar um aparelho multiparamétrico, mas ele pode muito bem ajudar”, disse Mandetta.