Semurb define quando apresentará triagem das 2,4 mil propostas para revisão do plano diretor

A Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) trabalhará para que até o dia 11 de novembro entregue a triagem das 2,4 mil propostas que foram elaboradas nas discussões do plano diretor.

Elas foram apresentadas em oficinas nas quatro regiões administrativas da cidade.

A Semurb precisará agora excluir assuntos que não dizem respeito à revisão do plano, como as propostas que falam exclusivamente sobre saneamento.

A partir daí, será convocada audiência pública para apresentação do conteúdo e debate, última fase antes da elaboração do projeto que vai ser encaminhado para a Câmara Municipal de Vereadores.

Debate para inglês ver sobre a Salgado Filho

As intervenções que tinham o propósito de reconfigurar a Avenida Salgado Filho foram suspensas pela STTU (Secretaria de Mobilidade Urbana) sob o pretexto de precisar haver mais debate.

Passado um mês, informa a Tribuna do Norte, o assunto está sob análise.

Onde?

Internamente na STTU?

Porque em público permanece a impressão de que o prefeito Álvaro Dias atropelou uma decisão técnica com critérios políticos.

Ninguém sabe ainda, aliás, quanto custou ao bolso do contribuinte.

Prédio de sete andares desaba em Fortaleza; um morto é confirmado

Um prédio residencial localizado na rua Tibúrcio Cavalcante, nº 2405, bairro Dionísio Torres, desabou na manhã desta terça-feira, 15, em Fortaleza. O edifício de sete andares fica na esquina da rua Tomás Acioli e estava habitado. 

Prédio vizinho ficou com muro avariado. Carros que estavam na rua ficaram cobertos de areia. A região está com trânsito interrompido.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma pessoa morreu no acidente. Outros três moradores foram resgatados com vida e levados a uma unidade hospitalar. A informação foi atualizada às 11h46min pelo Corpo de Bombeiros.

O desabamento foi por volta das 10h30min. Algumas residências da área ficaram sem energia elétrica, conforme moradores.Familiares de moradores estão no local aguardando informações oficiais. Movimentação de populares é intensa na área.

O Povo

Clubes de tiro do RN entre os mais irregulares do Brasil

O número de clubes de tiro autuados por irregularidades pelo Exército durante a Operação Impacto, cuja finalidade é fiscalizar eventos nesses espaços em âmbito nacional, passou de nove, em 2018, para 23 este ano.

A falta de controle de presença e da relação de associados, registros vencidos e falta de relatório de atividades em competições foram os principais problemas nas últimas operações do Exército.

Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas são os estados com o maior número de irregularidades.

Um plano distante de R$ 204 milhões

O objetivo do presidente Jair Bolsonaro de terminar as obras iniciadas em outros governos tem potencial de destravar empreendimentos paralisados no País que envolvem recursos na ordem de R$ 144 bilhões.

É iniciativa louvável.

Mas distante.

No caso do Rio Grande do Norte, que está no plano, as coisas ficam ainda mais distantes porque o estado nunca é prioridade.

Há a previsão de R$ 207,9 milhões serem destravado para a conclusão da duplicação da reta Tabajara.

A conferir.

A obra se arrasta desde 2014.

Não existe racismo no Brasil: adolescente negro que fotografava pássaros é denunciado nas redes como ladrão

A Polícia Civil de São Paulo investiga o caso em que um jovem negro teve fotos compartilhadas e foi apontado como “suspeito” nas redes sociais e no WhatsApp por moradores do bairro Elóy Chaves, em Jundiaí (SP).
 
Gabriel Souza, 17 anos, que trabalha nas redondezas, tem o hobby de fotografar pássaros. O hábito, no entanto, fez com que os moradores do bairro, incluindo um vereador, o vissem como um possível ladrão, que estaria fotografando as casas.
 
Fotos do adolescente passaram, então, a ser compartilhadas em grupos de celular e no Facebook, como uma forma de “alerta”, detalhou matéria da Folha de São Paulo. 
 
De acordo com a reportagem, um áudio atribuído a um vereador reforçava a suspeita sobre o jovem. “Se vocês virem esse indivíduo pela rua, já liguem para o 153, porque a viatura da guarda já está tentando achá-lo pelo bairro. É um suspeito de estar filmando e tirando foto das casas aí”, dizia.
 
Ao saber da história, Gabriel se manifestou com indignação nas redes sociais, dizendo-se alvo de injúria e difamação. “Essa história repercutiu nas mídias sociais e estou sendo alvo de perseguição. ‘Mas por que você está no bairro se não mora aqui??? Porque eu trabalho das 8h às 18h numa borracharia junto ao meu pai. Me dedico à fotografia no meu horário de almoço, aliás pouco tempo disponível para a prática da mesma”, escreveu.

VÍDEOS: Estas imagens do litoral do RN são a coisa mais linda que você vai ver na crise sobre as manchas de óleo no Nordeste

Curso de Direito da UnP despenca 124 posições e é um dos piores no ranking da Folha

O curso de direito da Universidade Potiguar despencou 124 posições entre um ano e outro no Ranking de Universidades da Folha (RUF) divulgado nesta segunda-feira (7).

Em 2018, o curso de Direito da UnP foi avaliado em 56º lugar. Agora está em 180º. No total, o RUF avalia 197 instituições.

O curso da universidade quase passa à lista de avaliações genéricas. A partir da posição 200, o RUF abre uma avaliação dos cursos com piores desempenhos.

A UnP terminou entre uma das piores dentro do grupo de 200 melhores.

O desempenho de um dos cursos que a UnP expõe como vitrine da universidade se dá no momento em que alunos expõem dificuldades encontradas na gestão da universidade.

O curso tinha avaliação de mercado de 21º lugar entre todas as universidades em 2018, agora passou para 27º lugar.

Apesar de ter havido melhora na qualidade do ensino do curso entre um ano e outro (ele estava entre 200 e 250 em 2018 e agora está em 151), outros indicadores arrastaram a avaliação geral.

Entre eles está a classificação do curso na OAB, que passou a ser incluída a partir deste ano e não constava na avaliação de 2018. O curso ficou em 501º lugar.

UnP piora e cai na avaliação de melhores universidades do Brasil

A Universidade Potiguar caiu na avaliação do RUF, ranking criado pela Folha de S.Paulo que relaciona as instituições de ensino superior considerando cinco aspectos: ensino, pesquisa, mercado, inovação e internacionalização.

Desde 2017 que o desempenho da maior universidade privada do Rio Grande do Norte não para de cair.

Naquele ano, ela ficou no ranking geral em 113º lugar; passou para a posição 125 no ano seguinte e no RUF de 2019, divulgado nesta segunda, está na posição 138.

No total, 197 instituições são avaliadas. Elas são escolhidas pelas Folha com base no número de ingressos, ou seja, as 197 instituições do ranking são aquelas onde mais entram alunos em todo o Brasil.

A pior avaliação da UnP é de ensino, ficando na posição 187 entre as 197. Já o melhor desempenho é mercado, que lhe rendeu a posição 33. As demais posições também foram ruins: é 134ª colocada em pesquisa; 143ª colocada em inovação e ficou na posição 142 em internacionalização.

“Queria que a escravidão voltasse. Você ia ter que fazer sexo comigo”, disse funcionário a colega; ele só foi punido depois da repercussão do caso

 

Eunice Cides de Oliveira, 30, ouviu a frase que abre o texto de um colega no escritório onde os dois trabalhavam, em Botafogo (zona sul carioca), em 10 de setembro.

“Eu estava na copa, conversando com as meninas. Esse funcionário pegou no meu braço, chegou dizendo que queria que a escravidão voltasse, que eu teria que fazer sexo com ele, repetindo o tempo todo que eu deveria fazer o que ele quisesse, como se fosse a coisa mais normal do mundo”, Eunice afirma à Folha. “Ainda fazia gestos como se estivesse me chicoteando, fazendo sexo comigo.”

Na hora, afirma, “só consegui dizer algo do tipo ‘sério que você vai falar isso mesmo?’. Ele continuava rindo, como se fosse brincadeira”.

Segundo a agente, a resposta da empresa foi decepcionante, e seu superior, assim que soube de tudo, a chamou de “chata pra caralho”.

Só após a repercussão do caso, a empresa tomou medidas.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Club Med diz que demitiu o funcionário acusado de agressão sexual e injúria racial e afirma que repudia “de forma veemente o racismo, bem como qualquer ato de razão discriminatória, seja com base em gênero, raça, credo ou qualquer outra natureza”.

SÓ EM NATAL QUE NÃO ANDA: MPF e órgão ambientais se unem em favor de projeto que altera praia em Fortaleza

Com o desenrolar das obras de requalificação da Beira Mar de Fortaleza, caminha também a engorda do aterro da Praia de Iracema.

Conforme o projeto, o novo aterro deve avançar 80 metros dentro do mar, disponibilizando uma extensão total de 1,2 quilômetro.

A obra teve parecer favorável do Ministério Público Federal.

Os impactos ambientais serão monitorados por um consórcio formado pela prefeitura de Fortaleza as universidades estadual e federal do Ceará (Uece e UFCE) e o Instituto Aquarius.

É impressionante como em estados vizinhos há concorrência para desenvolvimento com respeito ao meio ambiente.

O mar e a biodiversidade que brindam Fortaleza devem ser muito diferente dos de Natal. Devem ter composições diferentes. Os daqui devem ser, de tal sorte especiais, que não podem ser tocados.

Ouse remover uma pedra da praia de Ponta Negra para ver o que lhe acontece.

PF no RN investigará vazamento de oléo que atingiu litoral do Nordeste

A morte ou encalhe de mais de 70 tartarugas marinhas e a contaminação de pelo menos 115 praias em oito estados do Nordeste do Brasil serão investigados pela Polícia Federal (PF).

As investigações serão concentradas na Superintendência da Regional do Rio Grande do Norte.

Segundo a PF, a “ação foi tomada tão logo surgiram as primeiras informações, na imprensa nacional, sobre o fato; bem como sobre a possibilidade da ocorrência de eventual dano ambiental de grandes proporções na região”.

COM VÍDEO E TUDO MAIS: CPRE apreende 59 motos de arruaceiros em evento ilegal em Ielmo Marinho

O final de semana foi de ‘teje preso’ em Ielmo Marinho.

No município da Grande Natal, o policiamento de trânsito chegou cedo no domingo e lançou drones no ar para já ir adiantando a identificação do que estava por vir.

E o que veio? Um evento maldito de gente que acha que pode viver à margem de lei.

Organizaram um exibicionismo homicida sobre motocicletas. Sem autorização legal, é claro.

Temos imagens de um ótimo Antes & Depois da Polícia

Juiz determina que 50% do Detran funcione em meio à greve

O juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública de Natal, Luiz Alberto Dantas Filho, determinou que, no prazo de 24 horas, a contar do recebimento da notificação, seja restabelecida a prestação de todos os serviços executados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Rio Grande do Norte (DETRAN/RN), no percentual mínimo de 50% das atividades normais, com a presença ao expediente regular de, pelo menos, a metade dos servidores de cada setor.

O órgão está sob greve.

Instituto da UFRN é citado pelo MEC como modelo para o ‘Future-se’, rejeitado pelas universidades federais

O projeto Future-se ganhou um componente ainda mais polêmico nessa semana: as universidades que aderirem programa, ação federal para captar verba privada, vão ter de passar a contratar via CLT, e não mais via concurso público.

Secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Lima disse que o Conselho Superior das universidades determinará quais serviços poderão ser prestados por funcionários contratados pela CLT. Destacou, ainda, que as contratações terão de ser feitas por meio das Organizações Sociais (OSs) e pelas fundações de apoio.

“Vamos botar uma autorização legal, caso as autoridades assim o desejem, por autonomia delas, para que em partes, ou em sua totalidade, possam se transformar em OS”, observou o secretário.

Ele citou o caso do Instituto Internacional de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, que quer se tornar uma OS.

Com informações do Estadão.