Clubes de tiro do RN entre os mais irregulares do Brasil

O número de clubes de tiro autuados por irregularidades pelo Exército durante a Operação Impacto, cuja finalidade é fiscalizar eventos nesses espaços em âmbito nacional, passou de nove, em 2018, para 23 este ano.

A falta de controle de presença e da relação de associados, registros vencidos e falta de relatório de atividades em competições foram os principais problemas nas últimas operações do Exército.

Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas são os estados com o maior número de irregularidades.

Um plano distante de R$ 204 milhões

O objetivo do presidente Jair Bolsonaro de terminar as obras iniciadas em outros governos tem potencial de destravar empreendimentos paralisados no País que envolvem recursos na ordem de R$ 144 bilhões.

É iniciativa louvável.

Mas distante.

No caso do Rio Grande do Norte, que está no plano, as coisas ficam ainda mais distantes porque o estado nunca é prioridade.

Há a previsão de R$ 207,9 milhões serem destravado para a conclusão da duplicação da reta Tabajara.

A conferir.

A obra se arrasta desde 2014.

Projeto de Styvenson é para atingir Lula, avaliam petistas

O senador Styvenson Valentim (PODE-RN) apresentou projeto de lei que veda a participação de pessoas condenadas criminalmente ou por ato de improbidade administrativa na propaganda eleitoral.

A proibição valeria durante o período em que os alvos estiverem cumprindo pena restritiva de liberdade.

A matéria, apelidada pelos parlamentares de “Tira Lula”, tramita em caráter terminativo, por isso basta ser aprovada na Comissão de Constituição e Justiça.

Na eleição de 2018, o PT explorou fortemente a imagem do petista, nos estados e na disputa presidencial.

Painel, Folha

Não existe racismo no Brasil: adolescente negro que fotografava pássaros é denunciado nas redes como ladrão

A Polícia Civil de São Paulo investiga o caso em que um jovem negro teve fotos compartilhadas e foi apontado como “suspeito” nas redes sociais e no WhatsApp por moradores do bairro Elóy Chaves, em Jundiaí (SP).
 
Gabriel Souza, 17 anos, que trabalha nas redondezas, tem o hobby de fotografar pássaros. O hábito, no entanto, fez com que os moradores do bairro, incluindo um vereador, o vissem como um possível ladrão, que estaria fotografando as casas.
 
Fotos do adolescente passaram, então, a ser compartilhadas em grupos de celular e no Facebook, como uma forma de “alerta”, detalhou matéria da Folha de São Paulo. 
 
De acordo com a reportagem, um áudio atribuído a um vereador reforçava a suspeita sobre o jovem. “Se vocês virem esse indivíduo pela rua, já liguem para o 153, porque a viatura da guarda já está tentando achá-lo pelo bairro. É um suspeito de estar filmando e tirando foto das casas aí”, dizia.
 
Ao saber da história, Gabriel se manifestou com indignação nas redes sociais, dizendo-se alvo de injúria e difamação. “Essa história repercutiu nas mídias sociais e estou sendo alvo de perseguição. ‘Mas por que você está no bairro se não mora aqui??? Porque eu trabalho das 8h às 18h numa borracharia junto ao meu pai. Me dedico à fotografia no meu horário de almoço, aliás pouco tempo disponível para a prática da mesma”, escreveu.

95 felizes para sempre

As festividades em comemoração aos 30 anos da Constituição do Rio Grande do Norte foram finalizadas em grande estilo, na praça 7 de Setembro. Entre a tarde e noite desta sexta-feira (11), um casamento comunitário e apresentações artísticas finalizaram os festejos e emocionaram a população presente.

Em parceria da Assembleia Legislativa com o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), foi viabilizada a união civil de 95 casais de Natal. Os noivos haviam dado entrada na documentação para os casamentos nos cartórios da Redinha (25), Alecrim (50) e Igapó (20), conseguindo a oportunidade de casar sem custos na festa viabilizada em comemoração ao 30º aniversário da Constituição potiguar.

Com direito a marcha nupcial, decoração para as fotos, lembranças e um bolo, os noivos puderam oficializar com a presença de amigos e familiares que foram ao local onde a estrutura foi montada para o casamento.

“Algumas pessoas têm o desejo de casar, mas acabam não oficializando a união devido aos custos, que são de aproximadamente R$ 400. Nesse casamento coletivo e nos outros quase 15 mil que a Justiça potiguar realizou, damos a oportunidade para que as pessoas realizem seus sonhos e economizem um dinheiro, que poderá ser utilizado em outra coisa”, explicou a desembargadora Zeneide Bezerra.

Representando o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), a diretora administrativa do Legislativo, Dulcinéa Brandão, comemorou a grande presença do público na cerimônia, enaltecendo ainda a parceria do Legislativo com o Judiciário em prol de ações que garantam os direitos da população potiguar.

“Em nome do presidente Ezequiel Ferreira, gostaria de desejar toda felicidade aos casais. Estamos encerrando uma semana de comemorações de um marco importantíssimo para o Estado, celebrando o amor e a democracia. Parabéns a todos”, disse Dulcinéa Brandão.

Durante e após a cerimônia, os noivos tiveram a oportunidade de acompanhar as apresentações artísticas da Orquestra Sinfônica do Museu do Vaqueiro, de São José de Mipibu, e do Coral da Assembleia Legislativa. Os grupos entoaram sucessos abrilhantando ainda mais a cerimônia e finalizando as comemorações pelos 30 anos da Constituição do Rio Grande do Norte.

Nem Bolsonaro, nem governadores do Nordeste nem ninguém está realmente interessado em resolver as manchas de óleo

Você não está sendo um pouco pesado em generalizar, Dinarte?

Não, não estou.

O interesse é a Venezuela. O foco da discussão é a ideologia da origem ou quem mandou contaminar.

Se é que alguém mandou.

Enquanto isso, em grupo de WhatsApp promotores do Brasil discutem jurisprudência para amparar as pessoas que queiram cancelar pacotes de viagem para o Nordeste sem que lhes haja prejuízo.

No governo Bolsonaro, a inércia de ações é inversamente proporcional às medidas efetivamente tomadas.

As manchas seguem chegando ao litoral.

No Rio Grande do Norte, o governo acaba de divulgar que elas não afetam o turismo. O blog já tinha dado o tema.

É a curiosa divulgação segundo a qual na falta do que dizer sobre o que se faz, melhor conta os resultados positivos da própria inércia.

Ah, sim…

O turismo é a principal atividade econômica da região.

A vergonhosa punição que o CNMP vai aplicar a Deltan Dallagnol, que deverá ser afastado da Lava Jato

Leiam o que diz Radar, da Veja. Volto depois.

Deltan Dallagnol será mesmo retirado do comando da Lava-Jato. O Conselho Nacional do Ministério Público topou fazer o serviço encomendado por uma ala de senadores e ministros do STF.

Pelo plano, deflagrado com a apresentação de representação pela senadora Kátia Abreu, Deltan será punido, mas não ficará na chuva.

O procurador-geral da República Augusto Aras estuda convidá-lo a chefiar uma força-tarefa de combate ao narcotráfico — bem longe de Curitiba.

A ideia inicial era tentar levar Deltan para Brasília, onde ele atuaria na própria PGR. Mas os defensores dessa saída foram logo convencidos pelos adversários de Deltan de que sua presença poderia causar problemas com o STF.

Voltei.

Pois é, não é mesmo? A mudança que se desenha é para manter tudo como está e não porque o procurador passou do ponto. Não se trata de uma punição por falta funcional, mas para preservar o status de quem se via ameaçado pela Lava Jato.

Blogueiros de crachá: Crusoé expõe rede de difamação bolsonarista, quem participa e quem financia

A reportagem revela como são combinados os ataques virtuais a opositores (“isentões”, jornalistas, ex-aliados e até membros não alinhados do governo); o financiador que guia a “tropa”; o fogo amigo contra Sergio Moro, Paulo Guedes e os generais; a relação entre os militantes virtuais e os filhos do presidente e as estratégias para interferir nos rumos do governo.

Felipe Moura Brasil teve acesso a mensagens trocadas pelos bolsonaristas em grupos de WhatsApp e repassadas ao jornalista por dissidentes desses mesmos grupos.

Ele expõe como o 02 Carlos Bolsonaro, Felipe Martins, assessor da presidência, Otavio Oscar Fakhoury, apontado como financiador e tesoureiro-geral do PSL em São Paulo e Allan Santos, blogueiro do Terça Livre, participam e coordenam a rede que se espalha por diversos pontos do Brasil.

Diz um trecho:

Com participação de assessor da Presidência da República, investidor do mercado financeiro próximo ao presidente, assessores em assembleias estaduais e órgãos municipais, além de blogueiros de crachá instalados no Palácio do Planalto, os diálogos e confissões mostram como atua a militância virtual bolsonarista, abrigada e remunerada com dinheiro público em gabinetes políticos. Exatamente como operava, nos governos anteriores, uma parte da militância virtual petista…

Moura Brasil arremata seu texto da seguinte forma: Esses brasileiros não são idiotas: eles sabem – e saberão – distinguir propaganda e jornalismo. A melhor resposta para a primeira continua sendo o segundo.

A íntegra, para assinantes de Crusoé, está aqui

VÍDEOS: Estas imagens do litoral do RN são a coisa mais linda que você vai ver na crise sobre as manchas de óleo no Nordeste

Bolsonaro discute com Girão questão sobre permanência no PSL

O presidente Bolsonaro se reuniu com deputados aliados para discutir as questões em torno do PSL, em crise conflagrada.

Entre os aliados, o general Girão. 

A assessoria do deputado, no entanto, nega que a saída do PSL tenha tenha sido objeto de discussão.

Caso o presidente concretize sua intenção de deixar o partido, Girão deverá segui-lo.

Cartilha contra o turismo do Nordeste divulga possibilidades de cancelamento de viagem em razão das manchas de óleo

Há no jornal O Estado de S.Paulo matéria com o Procon-SP informando que quem quiser cancelar viagem de turismo para o Nordeste pode fazer sem nenhum prejuízo.

Eu chamo a matéria de cartilha porque é um guia ensinando o passo a passo.

Enquanto isso, o que estão mesmo fazendo as autoridades sobre o assunto?

Juiz do RN palestra sobre combate à corrupção para magistrados de todo Brasil

O juiz federal Marco Bruno Miranda será facilitador de uma oficina sobre cooperação jurídica internacional em matéria penal nesta quinta-feira (10).

O evento é promovido pela Enfam (Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados), no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.

Miranda, que já dirigiu a Justiça Federal do RN, hoje é coordenador de inovação do judiciário federal.

Coordenador da bancada federal do RN informa sobre medidas tomadas sobre vazamento de óleo que afeta RN

Em resposta a post neste blog sobre a perplexidade diante da inércia da governadora do RN e da bancada federal na atuação sobre as manchas de óleo que afetam o RN, a assessoria do deputado federal Rafael Motta, coordenador da bancada federal do RN, enviou a seguinte nota:

Seguimos acompanhando a situação das manchas de óleo encontradas em mais de 40 praias do litoral potiguar. Já foram solicitadas, junto ao Ministério do Meio Ambiente, as informações detalhadas sobre essa questão, assim como um pedido de audiência pública para tratar da temática.

A ação foi feita em conjunto com demais parlamentares da bancada nordestina do Partido Socialista Brasileiro (PSB), já que o óleo foi encontrado nos nove estados da região.

Ainda nesta semana, entramos em contato com Idema e Ibama para colher informações sobre pontos mais afetados no nosso litoral que, como é de conhecimento público, é o mais afetado pelo vazamento do material.

Como parlamentar, membro da Comissão de Minas e Energia e deputado socialista, sigo atento aos desdobramentos desta situação que afeta o ecossistema marinho e o nosso turismo, atividade fundamental da nossa economia.

Servidores públicos do RN ganham 59% a mais que seus semelhantes no setor privado, diz Banco Mundial

Os servidores públicos do Rio Grande do Norte ganham em média 59% a mais do que aqueles que estão no setor privado em funções semelhantes.

Os dados são do Banco Mundial, em relatório cuja íntegra foi obtida pelo Blog do Dina.

Segundo o banco, as diferenças são explicadas porque os servidores do Rio Grande do Norte tiveram aumento salarial desproporcional entre 2010 e 2018, o que agravou o quadro fiscal do estado.

A estratégia de quem vive do turismo no RN para fugir do impacto das manchas de óleo

Receptivos estão gravando vídeos e mandando para operadoras de turismo para dar ciência de que os pontos turísticos do RN não estão sendo afetados pelas manchas de óleo que assolam o litoral.

Ao blog, eles enviaram vídeos de beleza não violada em São Miguel do Gostoso e Baía Formosa.

O Rio Grande do Norte tem 43 pontos atingidos pelo vazamento, sendo o estado mais afetado.