A um ano da eleição, prefeito de Natal enfrenta acusações de enriquecimento ilícito

A um ano da eleição, o prefeito de Natal, Álvaro Dias acumula cinco ações de improbidade administrativa.

Três delas foram abertas imediatamente após Álvaro Dias se tornar prefeito, em abril de 2018, quando Carlos Eduardo renunciou para disputar o governo. Um ação foi aberta em novembro de 2017 e outra em abril deste ano.

Apenas uma das cinco chegou ao conhecimento do público por divulgação do Ministério Público. As demais transcorrem na Justiça com absoluta discrição.

Nas cinco, os fatos apurados são sobre a conduta de Álvaro quando era deputado estadual. Ele é acusado de colaborar para o enriquecimento ilícito de pessoas ao colocá-las em seu gabinete sem que trabalhassem.

Em todas as ações, as decisões tomadas até aqui são desfavoráveis ao prefeito, seja na aceitação das denúncias, quando ele argumentou que não deviam ser aceitas, seja na determinação para bloqueio de valores para ressarcir o erário.

O dano somado das cinco ações é de R$ 185.852,83.

O Blog do Dina procurou a defesa do prefeito para se manifestar. Ela não atendeu nem retornou as mensagens até a publicação desta reportagem

As ações estão sob a responsabilidade da Promotoria do Patrimônio Público, mas, na Justiça, estão distribuídas a juízes diferentes.

Defesa do Município pede extinção do processo contra irmã do prefeito no STF

A Procuradoria Geral do Município defendeu no STF que seja extinto o processo em que Andrea Dias foi suspensa do cargo de secretária de Assistência Social do Município.

A PGM alega que a via utilizada é inadequada (foi utilizado um instrumento jurídico chamado reclamação); que o Município não foi notificado, o que não poderia acontecer, já que foi atingido pela decisão e destaca um erro.

É que na decisão de suspensão, o ministro Marco Aurélio Mello disse que Andrea é esposa de Álvaro.

A PGM ainda alega que a lei que proíbe nepotismo não pode ser enquadrada nesse caso.

Irmã de Álvaro Dias pede urgência para STF julgar se ela pode voltar a ser secretária

A irmã do prefeito Álvaro Dias, Andrea Cristina Costa Dias de Viveiros, requereu ao Supremo Tribunal Federal urgência no julgamento da ação que suspendeu sua titularidade como secretária de Assistência Social de Natal.

Ela foi afastada em ação liminar julgada pelo ministro Marco Aurélio Mello, em ação movida pela entidade Vigilantes da Gestão Pública, acusando Álvaro Dias de nepotismo. A decisão tem caráter liminar.

“É imperioso apontar que a Interessada não irá apresentar recurso em face da decisão liminar, mas em razão dos efeitos negativos do decisum, que acarreta desgaste financeiro, desgaste social e desgaste político, bem como que já foram prestadas informações pela autoridade, a Interessada pleiteia que o julgamento do mérito da reclamação seja realizado com urgência”, diz a defesa de Andrea.

Na peça, é destacado ainda que ela “possui vasta capacidade técnica e experiência anterior em cargos públicos”.

Clarim da segurança ilumina intenções de Álvaro Dias

Saltou aos olhos de quem foi ver o desfile de 7 de Setembro na Praca Cívica a disparidade de equipagem entre a guarda municipal de Natal e os policiais militares.

A guarda desfilou sob o clarim dos equipamentos reluzentes. 

A PM, não.

O prefeito Álvaro Dias, que sabe que segurança é assunto do Estado, investe na segurança patrimonial do município com olhos mais à frente.

Não há aniversário grátis

O aniversário do prefeito de Natal, Álvaro Dias, já passou, mas as celebrações serão no fim de semana.

No sábado, 7, graças e louvores a todo momento, na Igreja Bom Jesus, às 18h30.

Às 20h, haverá recepção no buffet de Renata Mota.

Mas para a segunda parte do evento só estão convidados secretários, adjuntos e diretores de departamento.

E pague-se R$ 110,00. O valor não inclui os drinks.

Ah, os refrescos…

Álvaro no PDT? ‘Aqui mesmo não’

A vida política de Álvaro Dias, o prefeito de Natal, é a pauta na ordem do dia.

A Tribuna do Norte adiantou o assunto. Transcrevo trecho do texto.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, deciciu que vai sair do MDB. Fontes próximas ao prefeito afirmam que a decisão está tomada. Ele ainda não escolheu o partido ao qual vai se filiar, mas teria recebido convite do PSB, legenda presidida no Estado pelo deputado federal Rafael Motta. O PDT, que tem como presidente no Rio Grande do Norte o ex-prefeito Carlos Eduardo, também é uma possibilidade.

No PDT, a reação foi de incredulidade.

A movimentação das placas tectônicas partidárias gerou algum tipo de abalo entre Carlos Eduardo e Álvaro, como é sabido até no reino mineral.

Mas como política tem seu próprio ritmo dinâmico, pedetistas admitem a possibilidade em cenário futuro, onde as adversidades tenham sido superadas de ambas as partes.

Todo Carnaval tem seu fim

 

Álvaro Dias e Carlos Eduardo transitaram no Carnaval como ímãs que se repelem.

A lógica era um chegar depois que o outro tivesse saído.

A quem interessar possa, a reforma administrativa de Álvaro Dias já começou

Na Tribuna do Norte deste domingo, o prefeito de Natal, Álvaro Dias anuncia a adoção de medidas impopulares e prenuncia uma reforma administrativa.

Para quem lê os Diários Oficiais sabe que desde sexta-feira ele publicou o novo organograma das secretarias que compõem a administração.

O documento cria e fixa atribuições e desautoriza a estrutura anterior.

Por consequência postos de trabalho passam automaticamente por reformulação.