Queda da arrecadação será de R$ 1 bilhão no RN, prevê secretário de Planejamento e Finanças

O secretário de Planejamento e Finanças do Rio Grande do Norte, Aldemir Freire, projeta que o estado vai ter uma queda de cerca de R$ 1 bilhão até o fim do ano, por causa das implicações econômicas da pandemia de coronavírus.

Até agora, o RN perdeu R$ 490,7 milhões em receitas. Além disso, o governo teve gastos adicionais de R$ 270 milhões com ações de prevenção e combate à doença, de acordo com área de finanças do gestão estadual, em matéria trazida no jornal Tribuna do Norte neste sábado (4).

A redução nas receitas foram principalmente no Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS), já que o comércio está com restrições.

“Sofremos, sobretudo, com a perda de arrecadação de ICMS, em razão do setor comercial fechado, e com a queda do Fundo de Participação dos Estados, justo em um período de crise enfrentada pelos entes da Federação”, disse o secretário.

Na última quarta-feira (1º), o Governo do RN iniciou o plano de retomada gradual da economia, com determinações para o funcionamento do comércio de modo que a propagação do coronavírus seja evitada.

Campanha ‘Produto Potiguar’ começa terceira etapa com retomada da economia no RN

O retorno das atividades econômicas no Rio Grande do Norte traz novas expectativas para a indústria e comércio, que enfrentou até agora o isolamento obrigatório em virtude da pandemia da Covid-19. E para incrementar esse retorno começou a terceira etapa da campanha digital “Produto Potiguar”, lançada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RN), que incentiva o consumo de produtos locais.

O consultor de marketing da FIERN, Ricardo Rosado de Holanda, que criou a campanha junto com a agência Faz Propaganda, conta que o projeto Produto Potiguar, voltado para o setor da indústria, passou a incluir as micro e pequenas empresas, profissionais autônomos, liberais e microempreendedores.

“O objetivo é estimular que o consumidor, ao decidir fazer suas compras, escolha empresas, produtos, serviços e o comércio do Estado, ajudando o empreendedor na retomada dos negócios, muito prejudicados pela pandemia do Covid-19”, explica.

Ricardo acrescenta que na primeira etapa a campanha publicitária lançou este conceito de comprar no Estado. A segunda etapa foi dedicada exclusivamente ao comércio no Dia das Mães, e agora, com a volta do consumidor às empresas e aos negócios já autorizados oficialmente ao funcionamento normal, “o interesse é recompor o clima da volta da parceria entre os clientes e suas lojas, seus produtos e serviços, interrompida bruscamente pela pandemia há três meses”.

A campanha é totalmente digital e as artes podem ser replicadas por quem desejar promover os negócios locais. Será exibida nas redes sociais, grupos de WhatsApp e nos Portais da Fiern e do Sebrae.

O que lojistas devem fazer para garantir abertura dos estabelecimentos

Os estabelecimentos e serviços autorizados a funcionar na retomada da economia no Rio Grande do Norte devem seguir uma série de protocolos específicos para impedir a propagação do novo coronavírus no estado e garantir a saúde de clientes e funcionários.

Em portaria publicada nesta terça-feira (30), o governo do RN elencou as medidas que devem ser seguidas pelos lojistas. O descumprimento pode acarretar em interdição, multa e outras sanções.

Entre as ações, os responsáveis pelos estabelecimentos devem orientar e cobrar de clientes e colaboradores o cumprimento de protocolos específicos, como o uso de máscara de proteção. Além disso, os responsáveis também devem orientar a vedação da entrada de pessoas dos grupos de risco e infectados pelo novo coronavírus.

Para salões de beleza e barbearias, uma das recomendações é a abertura em horários específicos para que o tráfego de clientes fuja do pico no transporte público.

Outra determinação da portaria é para que os lojistas fixem na entrada do estabelecimento o tamanho da loja em metros quadrados e o número de pessoas que poderão simultaneamente no local, além de limitar a uma pessoa a cada 5 m².

Já o comércio de vestuário deverá vetar o uso do provador. Os restaurantes deverão ter no máxima quatro pessoas por mesa e distância mínima de dois metros entre as mesas e um metro entre as pessoas. A venda e o consumo de bebida alcoólica também estão proibidos.

Confira todas as obrigações dos lojistas AQUI.

RN obtém conceito Bom em ranking de Transparência Internacional da Covid-19

O Rio Grande do Norte foi o oitavo Estado do Brasil que mais cresceu em pontuação pelo Ranking de Transparência no Combate à Covid-19, segundo o último boletim, divulgado nesta segunda-feira (29). O ranking avalia como os portais de 26 governos informam sobre contratações emergenciais de forma fácil e ágil. O resultado é uma pontuação de 0 a 100, com nota mais alta conforma melhor transparência.

O estado potiguar alcançou a marca de 77,2 pontos com os 30 somados neste último boletim. Com isso, atingiu o nível BOM de avaliação. A partir de 79 pontos, o nível sobe para ÓTIMO. “Subimos bastante e fomos o oitavo em crescimento no último mês. A partir da próxima ação já esperamos alcançar o nível de transparência conceituado como Ótimo”, prevê o Controlador-Geral do Estado, Pedro Lopes.

O controlador ponderou ainda que limites tecnológicos impedem o Governo do Estado em acelerar ou aumentar ainda mais essa pontuação. “Mas temos trabalhado conforme nossas condições e teremos um excelente resultado, a exemplo do que conquistamos no ranking organizado pela ONG Open Knowledge Brasil”.

Neste ranking, o Rio Grande do Norte chegou a figurar na segunda colocação entre os Estados do país. Apesar de também se tratar de transparência relacionada aos dados a respeito da Covid-19, os critérios para este boletim diferem um pouco e focam em informações sanitárias e epidemiológicas, enquanto o ranking divulgado nesta última segunda-feira se volta a dados de contratações emergenciais.

Com a nova pontuação, o RN ocupa hoje a 18ª colocação neste ranking de transparência. “Podemos melhorar, sobretudo, no quesito da divulgação nas redes sociais, que criamos recentemente, e referente ao Dicionário de Dados, que já iniciamos pesquisa para atendermos com maior qualidade. Apenas esses dois quesitos já nos elevará aos 83,5 pontos e atingiremos o nível ÓTIMO”, pontuou a gestora da Lei de Acesso à Informação da Control, Lenira Fonseca.

Organização social recebeu antecipado do Governo do RN e não abriu leitos na data prevista

Vencedor de uma chamada pública para operacionalizar leitos do UTI no Hospital João Machado e no hospital estadual de Macaíba, a organização social Instituto Avante ainda não implementou o cronograma previsto.

Em audiência na Justiça Federal em 28 de maio, a contratação OS foi ajustada mediante concordância dos ministérios públicos Federal e Estadual. Na ocasião, a Avante pediu para receber antecipado para dar início à execução dos leitos.

O edital do chamamento que resultou na contratação da Avante previa que a organização é que deveria despender para, depois, ser ressarcida. Só após ter ganhado, pelo menor valor de sua proposta, informou que não tinha condições de operacionalizar porque, sendo organização filantrópica, alegou, não visava o lucro.

O argumento foi acolhido.

Ficou pactuado que, em 1º de junho, seria transferido antecipadamente R$ 1.750.719,28 para a Avante. No mesmo pacto, no entanto, ficou estabelecido o seguinte: “comprometendo-se a contratada a implantar os 20 leitos de UTI do Hospital Colônia Dr. João Machado até o dia 20/06/2020 e os 10 leitos de UTI do Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho (Hospital Regional de Macaíba) até o dia 30/06/2020”.

O pacto ainda prevê que o valor global do contrato, R$ 10.504.325,68, serão depositado em juízo e que novos adiantamentos para a Avante só serão feitos quando ela prestar contas do que foi feito com o dinheiro antecipado.

Outro lado

Nesta segunda-feira (29), o Blog do Dina procurou a secretaria estadual de Saúde, que informou que havia leitos abertos no João Machado sob responsabilidade da OS, sem, no entanto, especificar quantos eram. O blog apurou que são cinco.

A reportagem, então, procurou o secretário-adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli, para comentar o caso. Segundo informou o titular-adjunto da Saúde estadual, os leitos serão abertos até o fim de semana.

“A Avante hoje está contratada. A questão de antecipação de recursos é previsto e normatizado nacionalmente. Isso foi autorizado por lei federal. Foi feito o adiantamento com o compromisso de a empresa abrir os leitos. Ela começou a abrir, mas alega dificuldades. A expectativa é que até o fim de semana pelo menos 25 leitos sejam abertos.

Ao longo do dia, a reportagem tentou contato com a Avante, mas não obteve sucesso.

234 pessoas morreram à espera de leito para tratar Covid-19 no RN

No Rio Grande do Norte, 234 pessoas morreram enquanto estavam na lista de regulação à espera de um leito para tratamento de Covid-19, de acordo com dados da plataforma Regula RN, analisados pela Tribuna do Norte nesta segunda-feira (29).

O óbito dos pacientes é a segunda principal causa de cancelamento das solicitações de leitos no estado, atrás apenas da expiração da solicitação, que ocorre quando a solicitação está há mais de 48 horas sem atualização do quadro clínico do paciente.

As mortes de pessoas à espera do leito correspondem a 24,9% do total de óbitos no RN, que é de 937 até o domingo (28).

De acordo com os dados do Regula RN, o estado tem 37 pacientes na fila de regulação para leitos críticos e outros 36 para leitos clínicos. A plataforma indica ainda que a disponibilidade de leitos críticos é de 13.

Por outro lado, são 64 leitos clínicos disponíveis, o que supera a demanda. No entanto, o entrave é para o transporte de 29 pacientes que já estão regulados. Segundo a plataforma, a impossibilidade de transporte é a terceira maior causa de cancelamento de solicitações por leito. Ao todo, foram 149 cancelamentos por esse motivo, ou 12% do total.

Disque Prevenção ao Coronavírus já realizou mais de 3 mil atendimentos no RN

A Central de Atendimento “Disque Prevenção ao Coronavírus” alcançou um total de 3.088 ligações recebidas desde a sua implantação em 26 de março. O serviço presta esclarecimentos sobre o novo coronavírus para quem tiver dúvidas sobre a doença, além de oferecer serviço de acolhimento psicológico e orientações relacionadas aos programas de doações no âmbito estadual. O funcionamento é diário, das 7h às 23h, inclusive aos finais de semana, pelo telefone 0800 281 4012, e está disponível para todo o território potiguar.

Até a última segunda-feira (22), foram realizadas 2.582 ligações para o ramal 1, que presta orientações sobre o novo coronavírus; 403 atendimentos computados no ramal 2, de acolhimento psicológico; e 103 chamadas para o ramal 3, relacionado às programas de doações. O maior fluxo de ligações vem ocorrendo no final das manhãs, entre às 11h e 12h.

A ação é uma iniciativa conjunta do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Saúde Pública (Sesap); Administração (Sead); Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas); e Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Semjidh), com a UFRN, UnP e Unifacex, além do apoios da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, Instituto Bem-Te-Vi, Escola Brasileira de Psicanálise e Interjato Soluções.

Cerca de 500 voluntários atuam na Central “Disque Prevenção ao Coronavírus”. A maioria são servidores públicos, professores e estudantes integrantes do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde/UFRN).

Os atendentes, que recebem as demandas e prestam os esclarecimentos à população, se alternam em plantões e são formados, na maioria, por graduandos da área da Saúde. Eles são orientados pela equipe de tutores, composta pelos professores e profissionais formados da área médica, que são responsáveis por repassar informações atualizadas, decretos e portarias, normas regulamentadoras e boletins diários.

Outro grupo formado por dezenas de psicólogos e psicanalistas voluntários do estado, entre professores, profissionais autônomos e aposentados, também se revezam em sistema de plantões e ficam à disposição para o serviço de acolhimento psicológico.

Serviço via Whatsapp

Em abril, a Central também passou a oferecer atendimento virtual (exclusivamente relacionado às dúvidas sobre coronavírus – ramal 1) por meio do aplicativo Whatsapp. Nesse caso, o interessado deve adicionar o número 3190-0700 à sua lista de contatos e iniciar uma conversa ou enviar uma mensagem diretamente por meio do WhatsApp Web, pelo link.

Por meio do whatsapp, o “Disque Prevenção ao Coronavírus” já ajudou 1.178 pessoas, esclarecendo dúvidas e passando informações seguras.

Governo Fátima decidira por retomada das atividades econômicas no RN a partir do dia 24, revelam MPs

A nota conjunta dos Ministérios Públicos que atuam no RN, a dado momento, traz o seguinte texto:

“Em que pese não assinalada uma data para o início da reabertura
econômica, os Ministérios Públicos têm conhecimento, a partir de informações prestadas por representantes do Governo do Estado, que a retomada das atividades terá início em 24/6/2020, sendo esta data que consta na apresentação resumida do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica elaborado pelas entidades empresariais, cuja cópia foi disponibilizada às entidades ministeriais”, diz o documento.

As informações publicamente expostas batem com apuração do Blog do Dina.

O assunto no âmbito do governo estadual é tratado sob estrita cautela. Até mesmo sob reserva fontes evitam confirmar, mas sinalizam que a retomada seria adotada agora nessa semana.

Prefeituras receberam mais de R$ 100 milhões para combate à covid-19

As prefeituras dos 167 municípios do Rio Grande do Norte receberam mais de R$ 100 milhões para gastos no combate à covid-19. Do total, mais de R$ 25 milhões foram utilizados para pagar despesas. Apenas 109 municípios passaram informações ao Ministério Público do Estado. Outras 58, por outro lado, não divulgaram os gastos.

O restante dos recursos está comprometido para outras despesas.

Já de acordo com a plataforma Confúcio, do MPRN, o valor repassado aos municípios do RN supera R$ 184 milhões. Para chegar a esse valor, a plataforma considera uma transferência de recursos para Natal estimada em R$ 119 milhões. Contudo, a prefeitura da capital alega que o Fundo Municipal de Saúde recebeu apenas R$ 35 milhões.

RN fixa que atividades vão ser liberadas na primeira fase da retomada da economia; confira se seu setor está contemplado

Uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira normatiza que atividades poderão funcionar na primeira fase da retomada da economia do Rio Grande do Norte.

A retomada será a partir do plano elaborado pelo setor produtivo do Estado. O texto da portaria a que se refere esse texto só depende agora de a governadora Fátima Bezerra fixar a data de quando pode ser deflagrado o início.

Fixado esse dia, que é aguardado para 24 de junho, a economia pode ser retomada pela fase 1. O plano prevê quatro fases. A primeira fase foi estruturada em três partes, da seguinte forma:

Primeira parte – autorizada a funcionar a partir do primeiro dia

I – serviços de RH e terceirização;

II – atividades de informação, comunicação, agências de publicidade, design e afins;

III – centros de distribuição, distribuidoras, depósitos;

IV – atividades dos serviços sociais autônomos (Sistema S) e afins, excluídas as escolas a eles vinculadas;

V – agências de turismo;

VI – salões de beleza, barbearias e afins;

VII – lojas até 300 m2 (trezentos metros quadrados);

VIII – lojas de artigos usados;

IX – papelarias, lojas de materiais de escritório e variedades;

X – lojas de produtos de climatização;

XI – lojas de bicicletas e acessórios;

XII – comércio de plantas e flores:

XIII – lojas de vestuário, acessórios e calçados;

XIV – bancas de jornais e revistas;

XV – lojas de souvenires, bijuterias e artesanatos;

XVI – armarinhos.

Segunda parte – autorizada a funcionar a partir do 5º dia do cronograma

I – lojas até 600 m2 (seiscentos metros quadrados);

II – lojas de móveis, eletrodomésticos, colchões e utensílios domésticos;

III – lojas de departamento e magazines, desde que não funcionem em shoppings centers e centros comerciais;

IV – lojas de eletrônicos e de informática, de instrumentos musicais e acessórios, de equipamentos de áudio e vídeo e de equipamentos de telefonia e comunicação;

V – joalherias, relojoarias e comércio de joias;

VI – lojas de cosméticos e perfumaria.

Terceira parte, autorizada a iniciar no 10º dia do cronograma, retornarão à atividade os seguintes serviços e estabelecimentos:

I – lojas de brinquedos;

II – lojas de artigos esportivos;

III – lojas de artigos de caça, pesca e camping;

IV – serviços de alimentação.

Foram fixados ainda parâmetros de orientação para manter o distanciamento social. As regras completas podem ser conferidas neste link.

RN tem alta de 43,21% nos pedidos de seguro-desemprego em maio

A crise econômica potencializada pela pandemia do novo coronavírus fez aumentar em 43,21% o número de pedidos de seguro-desemprego no Rio Grande do Norte, no mês de maio em relação ao mesmo período do ano passado.

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) no RN recebeu 10.526 pedidos do seguro. Em maio do ano passado, o número foi de 7.350. Os dados foram divulgados nessa terça-feira (9), pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

No acumulado de janeiro a maio de 2020, o RN teve 37.346 pedidos. O número representa um acréscimo de 7,69% em relação ao registrado no mesmo período de 2019, quando foram 34.679 pedidos de seguro-desemprego.

No RN, o setor de serviços foi responsável por 46,68% dos requerimentos, ou seja, 4.914. Em seguida, aparecem comércio com 25,47% (2.682), indústria com 11,78% (1.241), construção civil com 10% (1.053) e agropecuária com 6,04% (636).

Tesouro libera 1ª parcela de auxílio a estados, municípios e DF

O Banco do Brasil credita hoje (9) a primeira parcela de R$ 15,036 bilhões do auxílio financeiro da União aos estados, Distrito Federal e municípios, informou a Secretaria do Tesouro Nacional. O valor é referente ao auxílio financeiro de que trata a Lei Complementar 173, sancionada no fim do mês passado para o combate aos efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Segundo o Tesouro Nacional, serão repassados R$ 9,25 bilhões para os estados, R$ 5,748 bilhões para os municípios e R$ 38,6 milhões para o Distrito Federal, totalizando R$ 15,036 bilhões. O RN deve receber R$ 940 milhões.

O dinheiro será creditado nas contas do Fundo de Participação dos Estados e do Fundo de Participação dos Municípios. As próximas parcelas desse auxílio serão creditadas em 13 de julho, 12 de agosto e 11 de setembro de 2020.

Isolamento social aumenta no RN, mas ainda está longe do necessário

A taxa de isolamento social cresceu 7,5% no Rio Grande do Norte em relação aos últimos 15 dias. Nessa segunda-feira (8), o índice ficou em 49,6%. No entanto, o número ainda está distante dos 60%, taxa considerada necessária para evitar o avanço do coronavírus no estado.

O governo do RN atribui o crescimento da taxa às ações do “Pacto Pela Vida”, formalizado pelo Governo e por 75 prefeituras. No último fim de semana foram realizadas ações educativas em praias e no comércio, principalmente no Alecrim, em Natal, para evitar aglomerações.

“De forma geral, as ações foram positivas. Os profissionais envolvidos com a fiscalização foram bem recebidos pela população”, avaliou o secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Francisco Araújo.

Nessa segunda-feira, conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), em todo o RN, há 10.888 casos confirmados, 431 óbitos (dois nas últimas 24 horas) e 104 óbitos em investigação. Cerca de 664 pessoas estão internadas nos hospitais das redes pública e privada – 340 críticos e 324 clínicos.

PRF apreende 600 kg de cocaína que seriam entregues no RN

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu nesse domingo (7) cerca de 600 quilos de cocaína que seriam entregues no Rio Grande do Norte. Segundo o órgão, a droga estava em um carro que foi parado durante uma fiscalização de rotina na BR-101, em Nossa Senhora do Socorro, na Grande Aracaju, em Sergipe.

Durante a abordagem, os agentes federais encontraram a cocaína fracionada em tabletes no compartimento de carga de um Fiat Toro, com placas de Minas Gerais.

Aos policiais, o motorista do veículo, de 39 anos, disse que pegou o carro na cidade de Guarulhos e que, durante uma parada em Vitória da Conquista, a droga foi colocada no carro e seria levada até o RN.

O valor da carga de cocaína foi estimado em R$ 10 milhões. A ocorrência foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil, em Aracaju.

RN tem 430 mortes por Covid-19, aponta Ministério da Saúde

No balanço divulgado na noite desse domingo (7), o Ministério da Saúde indicou que o Rio Grande do Norte tem 430 mortes em decorrência da Covid-19. O número apresenta um aumento de 20 óbitos em relação ao boletim mais recente publicado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Ainda de acordo com os números do Ministério, o RN tem 9.333 casos confirmados. No entanto, o número tem distorção em relação ao apresentado pelo boletim de 6 de junho da Sesap, que trouxe a confirmação de 9.449 casos no estado.

Nesse domingo (7), a secretaria estadual não apresentou um boletim como sempre é feito, mesmo sem a realização de entrevista coletiva, que sempre ocorre de segunda a sábado, no início da tarde.

RN tem melhor volume nas reservas hídricas desde 2012

Com 53,24% de água acumulada nos principais reservatórios, o Rio Grande do Norte tem a melhor situação de reservas hídricas desde 2012. O número foi divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), nessa quinta-feira (28).

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do estado, a exemplo do RN, também está com seu maior volume acumulado desde outubro de 2012. O manancial está com 60,87% da capacidade máxima.

O reservatório Marechal Dutra, conhecido popularmente por Açude Gargalheiras, está com 33,32% da capacidade, sendo o maior acúmulo de água desde fevereiro de 2013. Em janeiro de 2020, como o Blog do Dina mostrou, o manancial era considerado seco.

A barragem Umari, em Upanema, está com 85,78% da capacidade total. O volume não era atingido desde 2009, quando o manancial chegou a sangrar.

Já a barragem Pau dos Ferros com 37,35% da capacidade também chegou ao maior volume desde agosto de 2012. Outro que atingiu patamar de dezembro de 2012 foi o açude Rio da Pedra, em Santa do Matos, que está com 44,5% da capacidade.

O reservatório de Cruzeta, com as últimas chuvas, chegou a 21,38% da capacidade. A última vez que alcançou esse nível foi em junho de 2014. Já a barragem de Santa Cruz do Apodi está com 36,01%.

O açude Itans, em Caicó, chegou a 14,37%. No início do ano, o reservatório foi considerado seco, mas vem tomando água nos últimos meses.

Ainda em alerta

Em estado de alerta, o açude Esguicho, em Ouro Branco, está com apenas 2,33% da capacidade. Apesar do volume reduzido, o reservatório não armazenava essa quantidade desde março de 2016. Outro reservatório em alerta é o Passagem das Traíras, que está em reforma e não pode acumular grande volume, está com 1,36%.

Completamente secos

Outros dois estão completamente secos: o Inharé, em Santa Cruz, e o Trairi, em Tangará.

Ainda com 100%

Os reservatórios que permanecem com 100% da sua capacidade são: Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz; Apanha Peixe, em Caraúbas; Encanto, no município de Encanto; Mendubim, em Assu; Beldroega, localizado em Paraú; Morcego, em Campo Grande; Dourado, em Currais Novos; o açude Pataxó, em Ipanguaçu, também voltou a sangrar.

Sangraram, mas perderam água

Os reservatórios que já sangraram nesta quadra invernosa do interior e continuam com níveis acima dos 90% das suas capacidades, são: Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 99,67%; Passagem, em Rodolfo Fernandes, com 98,04% e Santo Antônio de Caraúbas, com 98,5%.

Outros açudes já acumulam mais de 70% das suas capacidades, casos de: Marcelino Vieira, localizado no município de Marcelino Vieira, com 73,17% e Rodeador, em Umarizal, com 82,02% do seu volume máximo.

As lagoas

A Lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, está atualmente com 100% da sua capacidade. A situação é a mesma na Lagoa do Boqueirão, em Touros. Já a Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta, está com 52,48% da capacidade.

O respirador desenvolvido no RN que é até 25 vezes mais barato e que está pronto, mas não pode ser usado

Está pronto o respirador desenvolvido pelo Senai do RN, em parceria com a UFRN.

Ele ainda não pode ser utilizado porque depende de uma série de autorizações da Anvisa.

O equipamento concluiu os testes de calibragem há 10 dias, informou ao Blog do Dina o diretor do CTGás, Rodrigo Melo.

Feito totalmente no RN, o respirador terá um custo estimado em R$ 15 mil quando puder ser comercializado.

Em tempos nos quais um equipamento desses custa até R$ 400 mil, é um alento.

O projeto foi desenvolvido pensando ainda em um importante detalhe: toda a matéria-prima dele é encontrada no Brasil.

“Com isso, não ficamos dependente de importar material hospitalar, que está em escassez no mundo todo”, explico Melo ao blog.

A capacidade do Senai é de produzir 100 equipamentos por semana quando for liberado pela Anvisa.

A própria agência está flexibilizando suas normas, mas ainda assim está difícil.

Melo, no entanto, é otimista.

“Discutimos com a Anvisa sobre isso ontem, na segunda, e senti que ela está muito empenhada nisso”, afirmou o diretor do CTGás.

RN tem alerta de perigo para chuvas até este domingo

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou um aviso com grau de perigo para “acumulado de chuva” as regiões Leste e Agreste do Rio Grande do Norte. O alerta laranja vigora até as 8 horas da manhã deste domingo (24).

De acordo com o Inmet, a faixa litorânea pode ser atingida por chuvas entre 30 e 60 milímetros por hora ou de 50 a 100 milímetros por dia. Há risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamento de rios, em cidades com tais áreas de risco.

As cidades potiguares sob o alerta são: Arez, Baía Formosa, Bento Fernandes, Bom Jesus, Brejinho, Canguaretama, Ceará-Mirim, Espírito Santo, Extremoz, Goianinha, Ielmo Marinho, Januário Cicco, Jundiá, Lagoa D’Anta, Lagoa de Pedras, Lagoa Salgada, Macaíba, Maxaranguape, Montanhas, Monte Alegre, Natal, Nova Cruz, Nísia Floresta, Parnamirim, Passa e Fica, Passagem, Pedro Velho, Poço Branco, Pureza, Rio do Fogo, Santa Maria, Santo Antônio, Senador Elói de Souza, Senador Georgino Avelino, Serra Caiada, Serrida, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu, São Paulo do Potengi, São Pedro, Taipu, Tibau do Sul, Touros, Vera Cruz, Vila Flor e Várzea.

Em Natal, a chuva dessa sexta-feira (22) causou diversos pontos de alagamentos em avenidas da cidade. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), os alagamentos foram registrados na Avenida Bernardo Vieira, perto da Semtas; Av. Senador Salgado Filho, próximo ao Hotel Maine; cruzamento da Av. Afonso Pena com a Rua Mossoró; Avenida Deodoro da Fonseca, na altura do Viaduto do Baldo; Av. Prudente de Morais com a Nascimento de Castro; na Av. da Integração, próximo a BR-101; Rua Mossoró com a Av. Rodrigues Alves; e na Av. Presidente Sarmento, na altura do Mercado da 4.

Caixa abre 18 agências no RN para atendimento do auxílio emergencial neste sábado

A Caixa Econômica Federal abriu 18 agências no Rio Grande do Norte para atendimentos referentes ao auxílio emergencial de R$ 600 (R$1,2 mil para mães solteiras). As agências estarão abertas entre 8h e 12h. Serão atendidas as pessoas que fazem aniversário em maio, junho e julho.

Em Natal, estão abertas as agências do Alecrim, Cidade Alta, Potengi e Ribeira. Em Mossoró, são duas agências abertas. Além de uma em cada município: Açu, Caicó, Ceará-Mirim, Currais Novos, Goianinha, Macaíba, Nova Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz, São Gonçalo do Amarante e São José de Mipibu.

A vice-presidente de Governo, Tatiana Thomé, afirmou que não há necessidade de “madrugar na fila” antes do banco abrir. Segundo ela, a Caixa elaborou logística de atendimento para evitar aglomeração durante a pandemia do novo coronavírus.

“Não precisa chegar antes do horário de abertura das agências. Todos serão atendidos. Não é necessário chegar cedo porque nós fizemos um calendário para que não se tenha filas e aglomerações nas agências”, ressaltou Tatiana.

No último sábado (16), a Caixa creditou R$ 246 milhões para 405.163 pessoas ainda da primeira parcela. Entre o dia 19 e 29 deste mês, a Caixa credita a primeira parcela para mais 8,3 milhões de beneficiários. Serão disponibilizados R$ 5,3 bilhões nas contas indicadas no momento da inscrição.

Veja o calendário de pagamento.

Terra treme em dois municípios do RN durante o fim de semana

O Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Labsis/UFRN) registrou dois tremores de terra no RN, entre a tarde de domingo (17) e a madrugada desta segunda-feira (18).

O primeiro abalo foi registrado em Lajes, na região Central Potiguar, por volta das 16h, e teve magnitude de 1,3. De acordo com Eduardo Menezes, técnico do Labsis, não há histórico de sismicidade na região nem frequência de tremores no município.

O segundo aconteceu por volta de 1h45 e atingiu Caraúbas, cidade a c, com 2,0 de magnitude. O evento foi sentido por moradores da zona rural.

“Como sempre afirmamos, o LabSis segue monitorando continuamente o estado do Rio Grande do Norte e todo o Nordeste brasileiro”, acrescentou o laboratório em nota publicada em seu site oficial.