A Folha de S.Paulo está dizendo que Fátima deve pegar a reforma da previdência de Bolsonaro e aplicar de cara ao RN, mas a governadora diz que não

O jornal Folha de S.Paulo trouxe em reportagem no domingo que estados pretendem incorporar imediatamente a reforma da previdência a ser realizada pelo governo Jair Bolsonaro.

Abro aspas para transcrever partes do texto.

“A reportagem apurou que os governos de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Roraima, Mato Grosso do Sul, Paraná e Acre se movimentam para que, uma vez aprovada, a reforma seja incorporada aos estados sem esperar os seis meses previstos na reforma de Michel Temer. […] A expectativa é que haverá apoio até de estados governados pela oposição, como Rio Grande do Norte e Piauí”.

Mas a governadora Fátima Bezerra disse ao Blog do Dina através de sua assessoria de imprensa que não é bem assim.

Ela defende que cada estado tem suas particularidades e que elas devem ser respeitadas ao tomar uma decisão que impacta na previdência.

Teremos que aguardar pela sexta-feira (1º), quando ela fará a mensagem anual à Assembleia Legislativa e ver o que lá vai ser dito sobre o tema.

Rogério Marinho vai à órbita de Ciro Gomes costurar apoio para reforma da previdência

Secretário da Previdência, Rogério Marinho vai se reunir com Mauro Benevides Filho.

Filho foi o coordenador da campanha presidencial de Ciro Gomes.

A aproximação e para pedir ajuda na reforma da previdência. 

Dos três pilares defendidos por Benevides, dois estão alinhados com o governo, informa a Coluna do Estadão.

 

A quem interessar possa, a reforma administrativa de Álvaro Dias já começou

Na Tribuna do Norte deste domingo, o prefeito de Natal, Álvaro Dias anuncia a adoção de medidas impopulares e prenuncia uma reforma administrativa.

Para quem lê os Diários Oficiais sabe que desde sexta-feira ele publicou o novo organograma das secretarias que compõem a administração.

O documento cria e fixa atribuições e desautoriza a estrutura anterior.

Por consequência postos de trabalho passam automaticamente por reformulação.

Rogério Marinho quer aprovar mudanças na previdência já no primeiro semestre de 2019

O deputado federal Rogério Marinho tem afirmado em conversas com interlocutores que vai trabalhar para aprovar alguma reforma na previdência ainda no primeiro semestre de 2019.

A informação está na edição desta sexta-feira do jornal O Estado de S.Paulo.

Procurado pelo blog, Marinho disse que não dará entrevistas sobre o tema.

A instituição de uma idade mínima de aposentadoria para todos e o combate a privilégios são as prioridades da equipe, segundo o jornal.

Futuro ministro da Economia, Paulo Guedes pretende criar um conselho consultivo para contribuir nas discussões para a reforma da Previdência.

o colegiado será formado por seis especialistas na área que já têm conversado com a transição sobre propostas para mudar as regras de pensão e aposentadoria no País.

Caberá a Rogério Marinho ser interlocutor das questões políticas que estão por vir sobre o tema.